Coluna Paraná Produtivo/ADI 07/11/2020

Novo plano diretor
A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apresentou na última quarta-feira, 4, seu novo plano diretor, documento estratégico no qual são apontadas suas prioridades para os próximos 10 anos. Nele são apresentados nove temas prioritários externos, com objetivos, metas e entregas, bem como algumas metas internas à empresa. “Esse documento orienta e direciona o rumo da Embrapa para o desenvolvimento sustentável e competitivo da agricultura brasileira”, ressaltou o presidente da Embrapa, Celso Moretti, ao abrir entrevista coletiva online para divulgar o plano. São nove temas prioritários, 11 objetivos estratégicos que abrangem inovação, melhoria de gestão e de eficiência, e 29 metas tangíveis e quantificáveis.

ENAI 2020
O tradicional Encontro Nacional da Indústria (ENAI) acontece, esse ano, de forma totalmente online e gratuita. As novidades visam evitar aglomerações e permitir que todas as indústrias interessadas participem. A iniciativa é da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e é realizada a cada dois anos sempre com o objetivo de debater o futuro da indústria nacional. O grande destaque do evento será Gerd Leonhard, futurista e influenciador global. Leonhard nasceu na Alemanha, tem 25 anos de experiência na indústria da tecnologia e do entretenimento. O ENAI 2020 será realizado nos dias 17 e 18 de novembro (terça e quarta-feira), das 14 às 19h30, com tema central em Indústria 4.0, Transformação Digital e Inovação. Inscrição: www.cni.com.br/enai

Etanol e o esgoto
A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) obteve nesta semana patente para a produção de biocombustível a partir do processo de tratamento de esgoto. A patente foi requerida pela Sanepar, em parceria com a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro). A nova tecnologia, registrada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), utiliza algas de lagoa anaeróbia de estações de tratamento de esgoto para produzir etanol de terceira geração. O bioetanol feito com a biomassa apresentou teor alcoólico de 96%, portanto dentro da classificação especificada pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) de teor alcoólico de 92,5% a 99% para o etanol combustível.

Exportação de açúcar
A exportação de açúcar do Brasil somou 4,2 milhões de toneladas em outubro, novo recorde mensal, ao superar a marca de 3,93 milhões de toneladas registrada no mesmo mês de 2012, conforme dados do governo federal. Em relação a outubro de 2019, os embarques do adoçante representam um salto de 119%. Os números são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia. As exportações de açúcar do Brasil, principal exportador global da commodity, têm sido beneficiadas pela maior produção nacional, menor oferta em importantes países concorrentes e um câmbio favorável a embarques, segundo especialistas. Até a quarta semana do mês, o país já havia embarcado 3,2 milhões de toneladas, sinalizando que estava a caminho de uma nova máxima.

Endividamento das famílias
O endividamento das famílias mostrou queda em outubro, pelo segundo mês seguido, segundo dados divulgados na última quinta-feira, 5, pela Confederação Nacional do Comércio (CNC). As quedas, no entanto, vêm após o recorde de endividamento atingido em agosto, quando 67,5% das famílias se declararam endividadas. No mês passado, 66,5% das famílias se declararam endividadas. Ao todo, 14,2% se disseram muito endividadas, enquanto 24,4% apontaram estar mais ou menos endividadas. Já 27,9% se disseram pouco endividadas. A pesquisa também mostrou que 26,1% das famílias relataram ter dívidas em atraso – e 11,9% não terão condições de pagar. Ambos os percentuais são inferiores aos relatados em setembro, de 26,5% e 12%, respectivamente.

Turismo de negócios
O segmento de turismo de negócios apresentou no terceiro trimestre do ano vendas de R$ 548,2 milhões, valor que corresponde a uma queda de 81,7% em relação ao mesmo período de 2019. No segundo trimestre, a queda foi mais intensa, de 90,2%, para R$ 295,1 milhões. Os dados são da Associação Brasileira de Viagens Corporativas (Abracorp). O segmento respondia por cerca de 60% das vendas do setor de turismo no Brasil antes da pandemia de covid-19. O turismo de negócios representa de 15% a 20% das vendas totais do turismo no Brasil. De acordo com os dados da Abracorp, houve melhora no ritmo de vendas na comparação mês a mês no terceiro trimestre. Em setembro, as vendas somaram R$ 207,4 milhões e era 67% maiores do que o total registrado em julho.

OCDE no Brasil
O presidente Jair Bolsonaro encaminhou mensagem ao Congresso Nacional com o texto de um acordo pelo qual o Brasil vai abrir no país uma representação da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), segundo comunicado divulgado na última sexta-feira, 6, pela Secretaria-Geral da Presidência. O comunicado diz que o acordo foi assinado em Paris, em 8 de junho de 2017 —na época o presidente era Michel Temer. O país pleiteia a entrada na OCDE. “O escritório funcionará como ponto de contato com o secretariado da OCDE, bem como ponto de apoio a eventos e missões a serem realizados no Brasil, entre outras atribuições”, disse o comunicado.

Alimentos mais caros
Os preços mundiais dos alimentos subiram pelo quinto mês consecutivo em outubro, recuperando-se totalmente do choque causado pela pandemia global do coronavírus e com ganhos observados na maioria dos setores, disse a agência de alimentos das Nações Unidas na última quinta-feira, 5. O índice de preços de alimentos da Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO, na sigla em inglês), que mede as variações mensais de uma cesta de cereais, oleaginosas, laticínios, carnes e açúcar, teve média de 100,9 pontos no mês passado, a maior desde janeiro, contra 97,8 de setembro. A FAO também disse em um comunicado que seguem esperando que as colheitas mundiais de cereais tenham um recorde anual em 2020, embora tenha reduzido ligeiramente suas previsões anteriores.

Celulares pós-pagos
O número de linhas pós-pagas superou pela primeira vez o de celulares pré-pagos no Brasil, segundo dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Em setembro, a agência registrou 114,7 milhões de celulares pós-pagos, uma vantagem de pouco mais de 1 milhão em relação às linhas pré-pagas, que chegaram a 113,5 milhões. Os principais motivos dessa mudança: as empresas de telefonia passaram a oferecer chamadas ilimitadas para todas as operadoras e a necessidade de acesso à internet causou a migração para os planos controle. Em setembro de 2020 havia no Brasil 228,3 milhões de linhas móveis, ou 94,8 celulares a cada 100 habitantes. Desse total, 200,6 milhões têm acesso à internet por banda larga móvel.

Produção de veículos
A indústria automotiva do Brasil elevou a produção em 7,4% em outubro ante setembro, para 236.468 veículos, melhor desempenho mensal do ano, mas na comparação com o mesmo mês do ano passado houve queda de 18% no volume montado. As vendas de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos subiram 3,5% na comparação mensal, mas recuaram 15,1% na relação anual, para 215.044 unidades, melhor resultado do ano, segundo dados informados na última sexta-feira, 6, pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea. As exportações somaram 34.882 veículos montados, 14,3% mais que em setembro e 16,4% mais que em outubro de 2019.

Soja e milho
O governo brasileiro publicou uma instrução normativa conferindo segurança jurídica para importações de soja e milho transgênicos dos Estados Unidos, em um momento em que o Brasil lida com baixos estoques e preços recordes desses produtos. A instrução normativa, segundo o Ministério da Agricultura, reconhece a equivalência de eventos geneticamente modificados entre Brasil e EUA. A norma busca eliminar incertezas sobre importações dos EUA, já que o país da América do Norte possui eventos transgênicos ainda não aprovados no Brasil, conforme afirmam especialistas. Os norte-americanos são potenciais fornecedores de grãos ao Brasil, que enfrenta uma escassez de soja, principalmente, após fortes exportações para a China e diante de aquecida demanda interna.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *