Coluna Paraná Produtivo/ADI 22-23/12/2020

Safra de verão 
O relatório mensal do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, prevê que o Paraná deve colher 24,2 milhões de toneladas de grãos na safra de verão, em uma área de 6,1 milhões de hectares. Entre os destaques, estão a soja e o milho, cuja maior parte das lavouras apresenta condições entre médias e boas. O pequeno percentual de condições ruins se deve à estiagem no início do plantio, que deixou o solo mais seco e dificultou a germinação. O milho da segunda safra apresenta uma estimativa de produção aproximadamente 14% maior do que na safra anterior. Com relação à soja, segundo as estimativas do departamento, devem ser produzidas 20,4 milhões de toneladas, volume 2% menor que na safra 2019/2020.

Recuo no trigo
No último mês, houve um recuo significativo dos preços do trigo. Atualmente, a saca de 60 quilos é comercializada por R$ 68,31, abaixo da média registrada em novembro, de R$75,37. Apesar da redução, o preço é considerado satisfatório para os produtores. Se comparado ao preço de dezembro do ano anterior, o incremento é de 45% sobre a média de R$ 47,46. A comercialização segue em patamar recorde, de 82%. De acordo com o engenheiro agrônomo do Deral Carlos Hugo Godinho, se esse valor for mantido em 2021, isso pode incentivar o plantio de mais trigo no Paraná.

Atualização no VBP
O Deral também atualizou as previsões para o Valor Bruto da Produção (VBP) relativos à safra 2019/2020 para as culturas analisadas no relatório deste mês, que devem ter um incremento significativo. O VBP de 2019, que superou R$ 40 bilhões na soma dessas culturas, deve passar de R$ 54 bilhões no VBP 2020, segundo a técnica Larissa Nahirny. “O que alavancou esse rendimento foi o preço da soja, que teve uma produção bastante expressiva, 26% superior à da safra anterior. Somente para esta cultura, o VBP está estimado em R$ 29 bilhões”, explica a técnica.

Luto na Abrafrigo
O presidente executivo da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), Péricles Salazar, faleceu na noite do último domingo, 20, em Curitiba, em função de complicações decorrentes de covid-19. Em nota enviada na manhã da última segunda-feira, a associação informa que ele estava internado havia 15 dias e que o enterro ocorreu no domingo, em cerimônia restrita à família. Salazar era economista, empresário e além da presidência da Abrafrigo, por onde trabalhou nos últimos 15 anos, era presidente do Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados do Paraná (Sindicarnes-PR).

Leilão no porto
O terminal destinado à movimentação de veículos no Porto de Paranaguá foi leiloado na última sexta-feira, 18, em pregão na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). A Ascensus Gestão e Participações, representada pela corretora do Itaú, arrematou a área por R$ 25 milhões, com a obrigação de fazer investimentos de R$ 22 milhões ao longo de 25 anos, além de pagamentos ordinários mensais pela ocupação. Com o leilão, o Paraná passa a ser o primeiro Estado do Brasil a conceder um terminal portuário por decisão própria, depois de receber autonomia para administrar os contratos de exploração de áreas, em agosto de 2019. O terminal PAR12 tem 74,1 mil metros quadrados de área e capacidade estática para 4 mil veículos e armazenagem anual de 120 mil veículos.

Hipermercado da C.Vale
Com investimento de R$ 61,5 milhões ao longo de 16 meses de obras, a C.Vale colocou em operação um hipermercado em Assis Chateaubriand. A estrutura de quase 23 mil metros quadrados é um centro de compras e lazer que vai atender o município de 35 mil habitantes e cidades vizinhas. O empreendimento é composto por uma área de vendas de 5.270 metros quadrados, um restaurante e duas salas de cinema, que entrarão em funcionamento após a pandemia de covid-19. O hipermercado foi aberto ao público no último sábado, 19. O acesso à loja será facilitado pelo uso de esteiras rolantes e elevadores. Com o novo empreendimento, a C.Vale está criando 220 postos de trabalho.

AgroBB
O Banco do Brasil (BB) disponibilizou nesta semana uma plataforma digital exclusiva para venda de propriedades rurais, a AgroBB. A ferramenta funciona por meio do portal Seu Imóvel BB, lançado em abril deste ano pelo banco, em parceria com a startup Resale, para venda digital de imóveis. No momento, estão disponíveis 77 propriedades rurais em todo o país, com valor de mercado médio de R$ 1,6 milhão. O objetivo do banco, ao adotar o modelo de marketplace, é “fomentar a cadeia produtiva da agroindústria e integrar suas linhas de negócios”. De acordo com o BB, a plataforma digital, além de viabilizar a aquisição do imóvel, traz um link com acesso aos seus produtos e serviços.

Alta no PIB
Após um tombo de 4,3% neste ano, o Produto Interno Bruto (PIB) deve apresentar um crescimento de 4% em 2021, estimou na última segunda-feira, 20, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), por meio da Carta de Conjuntura. O instituto, porém, avaliou que a volta do crescimento do número de casos de covid-19 representa um “fator de risco para a continuidade do processo de recuperação econômica”. “Caso os efeitos de uma possível segunda onda de Covid-19 não surpreendam negativamente, e caso haja avanços concretos na direção de um regime fiscal sustentável, projeta-se crescimento de 4% do PIB em 2021”, explicou.

Contas públicas
Segundo o Ipea, o “principal nó” da economia brasileira continua sendo o desequilíbrio fiscal, ou seja, das contas públicas. O instituto avaliou que que “várias despesas associadas à crise sanitária ainda serão necessárias ao longo de 2021”. Por conta dos gastos extraordinários com a pandemia, a previsão do governo é de que suas contas terão um rombo acima de R$ 800 bilhões neste ano, o que elevará a dívida pública para cerca de 94% do PIB – patamar recorde – e que, em 2021, o déficit primário (sem contar as despesas com juros) some até R$ 247,1 bilhões.

Parcerias internacionais
A Fundação Araucária firmou, em 2020, acordo de cooperação com a organização QuébecInnove, por meio da Missão Internacional Paraná-Québec Healthtech Webinar, e assinou um memorando de entendimento com a organização Mitacs para criar oportunidades de pesquisa e inovação. As ações estão voltadas às prioridades da instituição – incentivo e desenvolvimento da internacionalização do Estado. O objetivo do evento com a QuébecInnove foi destacar a importância de trabalhar em conjunto e capitalizar a expertise disponível para desenvolver novas soluções que garantam uma recuperação financeira sustentável, principalmente no pós-pandemia.

Minério de ferro
Os futuros do minério de ferro na bolsa chinesa de Dalian saltaram quase 10% na última segunda-feira, 21, com os ganhos no material utilizado na fabricação do aço sendo ampliados em meio a perspectivas otimistas de demanda em 2021 e crescentes preocupações com a oferta. O minério de ferro tem se destacado como a commodity de melhor desempenho neste ano entre as principais negociadas pelo mundo, com alta de quase 140%, o que alguns analistas e operadores de mercado também atribuem a grandes apostas especulativas. O minério de ferro na bolsa de Dalian encerrou a sessão do dia com alta de 9,7%, a 1.144,50 iuanes por tonelada (174,76 dólares) por tonelada, após chegar a tocar máxima do contrato de 1.147 iuanes.

Fusão Fiat-Peugeot
A Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia, aprovou a fusão da montadora Fiat Chrysler Automobiles (FSA) com a Peugeot, segundo comunicado emitido na última segunda-feira, 21. A transação, no valor de US$ 38 bilhões, vai resultar no quarto maior grupo automotivo do mundo, que receberá o nome de Stellantis. O acordo de fusão, contudo, seguirá normas restritivas para garantir a concorrência no setor. Uma parceria existente entre Peugeot e Toyota para produção de pequenos veículos comerciais deverá ser ampliada e termos de manutenção de automóveis deverão ser alterados para facilitar acesso de concorrentes à rede de reparação.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *