Artesãos do Paraná expõem seus produtos em uma das mais importantes feiras de artesanato da América Latina

Treze artesãos do Paraná foram selecionados para expor na 21ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (FENEARTE) em Olinda, Pernambuco, entre os dias 10 e 19 deste mês. Na bagagem os artistas paranaenses estão levando o apoio da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através do Programa do Artesanato Brasileiro, vinculado Departamento do Trabalho e Estímulo de Geração de Renda.

“Sou um entusiasta do artesanato paranaense e a atividade é uma importante fonte de renda para uma parcela significativa da população”, afirmou o secretário Ney Leprevost. O apoio do governo Carlos Massa Ratinho Junior vem viabilizando a participação dos artesãos paranaenses em diversas importantes feiras nacionais para mostrar a qualidade dos produtos desenvolvidos no Estado.

Foram selecionados 13 artesãos, sendo que dez serão representados pela Associação dos Núcleos Artesanais de Vizinhança (ANAV), Cooperativa Social dos Artesãos Empreendedores do Paraná (Cooparte) e Federação dos Artesãos do Paraná.

Os produtos selecionados envolvem várias técnicas como: marchetaria, palha de milho, esculturas em madeira, entalhes em madeira, objetos de decoração com vidro reciclado, bolsas e acessórios em couro de peixe, cerâmica, pintura, bonecos cataventos, crochê e bolsas em tear com sacolas plásticas recicladas.

“Nós temos dado o apoio necessário na divulgação dos saberes de nossos artesãos e à comercialização dos produtos, gerando renda e melhor qualidade de vida”, afirma Iria Colognese Garcia, assessora técnica do Departamento do Trabalho da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho.

FENEARTE – A Fenearte é considerada uma das mais importantes feiras de artesanato da América Latina, em função do número de visitantes que resulta em alto volume de vendas aos expositores. Reúne cultura, gastronomia, moda, decoração, música e artesãos de todos os estados brasileiros e de mais de 50 países. Apoiada pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), a principal proposta da feira é incentivar a produção cultural e artesanal do Brasil.