Brasil vai fechar fronteiras aéreas para seis países da África a partir de segunda-feira

Com a confirmação da variante ômicron da Covid-19, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, afirmou que o Brasil vai fechar as fronteiras aéreas para seis países da África a partir da próxima segunda-feira, 29.

“O Brasil fechará as fronteiras aéreas para seis países da África em virtude da nova variante do coronavírus. Vamos resguardar os brasileiros nessa nova fase da pandemia naquele país. Portaria será publicada amanhã e deverá vigorar a partir de segunda-feira”, informou o ministro nas redes sociais nesta sexta-feira, 27.

A restrição atingirá os passageiros que vierem da África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue. De acordo com Nogueira, a decisão foi tomada em conjunto com os ministérios da Saúde, da Infraestrutura e da Justiça.

Nova cepa
A nova cepa foi identificada na África do Sul e classificada como “de risco” pela Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com informações cedidas em uma coletiva de imprensa, a variante, identificada pelo pesquisador brasileiro Tulio de Oliveira, do Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis da África do Sul, mostra “um grande salto na evolução” do vírus, com pelo menos 50 mutações, a maioria delas na proteína spike, que ajuda o vírus a entrar nas células humanas. A omicron já teve casos registrados na África do Sul, assim como em Botsuana, Hong Kong e Bélgica.