Caio Paes de Andrade toma posse como novo presidente da Petrobras

O novo presidente da Petrobras, Caio Paes de Andrade, o quarto indicado pelo governo Bolsonaro em menos de quatro anos, tomou posse do cargo nesta terça-feira, 28, sem a tradicional cerimônia de posse. O executivo foi aprovado na segunda, 27, pelo Conselho de Administração da estatal para conselheiro e presidente da companhia.

Formado em comunicação social e sem nenhuma experiência no setor de óleo e gás, Paes destoa pela segunda vez dos presidentes anteriores da empresa. Além de dispensar o habitual discurso de posse, o ex-secretário de Desburocratização do Ministério da Economia também recusou convite do Comitê de Elegibilidade (Celeg) para uma entrevista formal antes da nomeação, onde poderia expor seus planos para a empresa.

Segundo a Petrobras, “Caio tomou posse no Rio de Janeiro, sede da companhia, em agenda interna”.

O mandato como conselheiro segue até a realização da próxima Assembleia Geral de Acionistas (ainda sem data agendada) e o de presidente até o dia 13 de abril de 2023.

Paes de Andrade foi nomeado por Bolsonaro para segurar os preços dos combustíveis, como já afirmou o presidente da República em algumas ocasiões. A defasagem de preços do mercado interno em relação ao internacional, porém, continua.

No fechamento de segunda, 27, a gasolina no Brasil tinha preços 11% menores do que no exterior e o diesel era comercializado com uma defasagem de 8%, segundo a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom).

Estadão