Certificado digital de vacinação contra Covid-19 pode ser emitido pelo Ministério da Saúde

Pessoas que tomaram as duas doses da vacina contra a Covid-19 e pretendem viajar para países que estão permitindo apenas a entrada de turistas imunizados devem emitir o certificado on-line de vacinação.

A Secretaria Municipal de Saúde de Londrina, no norte do Paraná, explicou que o documento é emitido pelo Ministério da Saúde e pode ser solicitado pela internet. O certificado é exclusivo para a vacina da Covid-19, quem precisar comprovar a imunização contra a febre amarela deve emitir outro documento.

A orientação da prefeitura para quem pretende viajar é conversar com a agência de viagens ou com os serviços consulares dos países de destino para saber se o certificado emitido pelo governo federal atende aos critérios exigidos.

Para obter o documento, o interessado deve baixar o aplicativo ConecteSUS ou abrir o site. O usuário deve fazer um cadastro e clicar no botão ‘Vacinas’. Nessa aba será possível visualizar os dados relativos à vacina contra Covid-19, como fabricante e data das aplicações das doses.

O certificado de vacinação digital será gerado quando o usuário estiver completamente imunizado. O documento terá as informações do cidadão e um QR Code disponível em português, inglês e espanhol.

Após salvar o arquivo digital do certificado, o usuário terá à sua disposição a carteira de vacinação completa, que inclui o QR code para validação do documento, dados de identificação, lote da vacina, local e código do vacinador.

G1 PR/Foto: Dado Ruvic/Reuters