Empresas apresentam propostas para manutenção de rodovias estaduais do Paraná

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) recebeu propostas de 14 empresas e consórcios interessados nas obras de manutenção das estradas estaduais, que a partir de 28 de novembro voltam a ser administradas pelo governo estadual.

Os envelopes foram abertos na segunda-feira (4), e a comissão de julgamento vai avaliar as propostas para cada um dos cinco lotes de rodovias estaduais. O resultado com as vencedoras será divulgado em Diário Oficial.

Os contratos valerão até que as estradas sejam novamente leiloadas em um novo programa de concessões conduzido pelo governo federal, previsto para acontecer no segundo trimestre de 2022.

Propostas
O contrato de manutenção prevê a conservação de 964 quilômetros de rodovias divididos em cinco lotes, segundo o DER.

Lote 1: Vai atender 153 km de rodovias na Região Metropolitana de Curitiba e Litoral, foram apresentadas sete propostas, com valores entre R$ 14.408.329,25 e R$ 23.360.096,66.
Lote 2: Contempla 306 km nos Campos Gerais, foram apresentadas seis propostas, com valores entre R$ 29.968.363,94 e R$ 42.044.724,49.
Lote 3: Prevê a manutenção de 230 km na região Norte, são cinco empresas concorrentes, com valores entre R$ 21.200.000,00 e R$ 24.181.029,31.
Lote 4: Abrange 200 km na região Noroeste, foram seis participantes, com valores entre R$ 19.537.048,20 e R$ 23.861.658,24.
Lote 5: São 73 km na região Oeste. Foram apresentadas sete propostas, com valores entre R$ 5.177.464,46 e R$ 6.484.305,82.
Os contratos de manutenção não abrangem os trechos de rodovias federais, que ficarão a cargo da União até que o novo leilão seja realizado.

G1 Paraná