Endividamento dos brasileiros bate recorde em 2020

Em 2020, as famílias bateram recorde de endividamento e destinaram parcela maior da renda para o pagamento de débitos. A despeito disso, a inadimplência caiu por causa, entre outros motivos, da renegociação de dívidas e carência no pagamento de parcelas. Assim, as famílias entraram em 2021 em situação de crédito mais confortável que na crise anterior, de 2015-2016. Mas a perspectiva de aumento de juros, o desemprego em alta e o fim dos programas de transferência de renda podem se traduzir em um cenário menos favorável. Economistas preveem aumento na inadimplência, mas não para níveis vistos há cinco anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *