Feriado prolongado lota parques e hotéis de Ponta Grossa

Enquanto muitos ponta-grossenses aproveitaram para curtir o litoral, neste feriado a cidade está recebendo diversos “forasteiros”, que têm lotado os parques e a hotelaria da cidade e fomentado o turismo em Ponta Grossa: tem hotel que bateu 98% de ocupação e parque que teve os ingressos esgotados.

A estruturação do turismo em Ponta Grossa, aliada ao Sol e à possibilidade de estender os dias de folga – até quarta-feira (8), no caso de Curitiba, que comemora o seu aniversário neste dia – alavancou a chegada de turistas na cidade, apresentando uma mudança no perfil local, antes forte apenas no turismo de negócios que, ainda, não foi 100% retomado devido à popularização do home office e dos encontros remotos.

“A cidade está animada, com uma movimentação boa, e o tempo ajudou. Os pontos turísticos estão sendo cada mais vez procurados, o que ajuda a compensar o turismo corporativo, que ainda não retomou ao nível pré-pandemia”, destaca o presidente do Sindicato Empresarial de Hotelaria e Gastronomia dos Campos Gerais, Daniel Wagner.

Ele também é gestor do Planalto Select Hotel, local que chegou a bater 98% de ocupação do sábado (4) para o domingo (5). Na manhã desta segunda-feira (6) – antes do horário de check-in e, portanto, sem contar as reservas de balcão, historicamente comuns na cidade – a taxa estava em 72% e para esta terça (7), as reservas já representavam 62% da capacidade de hospedagem.

No caso do Premium Vila Velha Hotel o feriado também surpreendeu positivamente. “No ano passado, no feriado de 7 de setembro foi quando recém reabriu o Parque Vila Velha e tivemos uma ocupação inesperada. Neste ano nos preparamos melhor, até pensando no dia 8 que é feriado em Curitiba, e estamos com alta na taxa de ocupação desde sexta-feira (3). Do sábado para domingo tivemos uma ocupação de 65% e acredito que a movimentação segue continuando”, aponta a gerente Alecsandra Hypólito.

“Dos 160 hóspedes que passaram diariamente, no mínimo 80% eram turistas de passeio. Vieram de carro próprio, de motorhome, em grupos de motociclistas… a maioria são de perto, como Curitiba, Santa Catarina e São Paulo e o turista de passeio é legal porque ele consome e gasta na cidade, trazendo renda e dinheiro”, avalia Alecsandra.

Aumento da confiança
O Bourbon Ponta Grossa Convention Hotel, que é mais focado no turismo de negócios, também vem percebendo uma alta na confiança das pessoas em viajar. “Em março tivemos uma ocupação baixa devido à nova onda de covid, mas desde então a taxa vem aumentando. Quem vem a negócios prefere não vir nesta semana de feriado, então registramos 58,5% na sexta (3) e 65,4% no sábado (4)”, exemplifica o coordenador de recepção e reservas, Eloi Philippsen.

Belezas ao ar livre fomentam turismo em Ponta Grossa
As principais responsáveis pela atração de turistas a Ponta Grossa são as belezas naturais da cidade. O Buraco do Padre, por exemplo, está com ocupação máxima em todos os dias do ‘feriadão’, desde sábado até terça-feira (7). Segundo o gestor do local, Álvaro Dias Filho, na manhã desta segunda-feira (6) ainda havia ingressos disponíveis, mas com previsão de esgotamento.

“Para terça (7) a gente fez um teste de disponibilizar a carga completa on-line. Tem poucos ingressos ainda”, relatou, explicando que não serão disponibilizados ingressos na portaria.

Já o Parque Vila Velha, que no último sábado (4) completou 1 ano de reabertura contabilizando quase 60 mil visitantes, a média de ocupação de sexta-feira (3) até a manhã desta segunda-feira (6) é de 94,2%.

Enquanto muitos ponta-grossenses aproveitaram para curtir o litoral, neste feriado a cidade está recebendo diversos “forasteiros”, que têm lotado os parques e a hotelaria da cidade e fomentado o turismo em Ponta Grossa: tem hotel que bateu 98% de ocupação e parque que teve os ingressos esgotados.

A estruturação do turismo em Ponta Grossa, aliada ao Sol e à possibilidade de estender os dias de folga – até quarta-feira (8), no caso de Curitiba, que comemora o seu aniversário neste dia – alavancou a chegada de turistas na cidade, apresentando uma mudança no perfil local, antes forte apenas no turismo de negócios que, ainda, não foi 100% retomado devido à popularização do home office e dos encontros remotos.

“A cidade está animada, com uma movimentação boa, e o tempo ajudou. Os pontos turísticos estão sendo cada mais vez procurados, o que ajuda a compensar o turismo corporativo, que ainda não retomou ao nível pré-pandemia”, destaca o presidente do Sindicato Empresarial de Hotelaria e Gastronomia dos Campos Gerais, Daniel Wagner.

Ele também é gestor do Planalto Select Hotel, local que chegou a bater 98% de ocupação do sábado (4) para o domingo (5). Na manhã desta segunda-feira (6) – antes do horário de check-in e, portanto, sem contar as reservas de balcão, historicamente comuns na cidade – a taxa estava em 72% e para esta terça (7), as reservas já representavam 62% da capacidade de hospedagem.

No caso do Premium Vila Velha Hotel o feriado também surpreendeu positivamente. “No ano passado, no feriado de 7 de setembro foi quando recém reabriu o Parque Vila Velha e tivemos uma ocupação inesperada. Neste ano nos preparamos melhor, até pensando no dia 8 que é feriado em Curitiba, e estamos com alta na taxa de ocupação desde sexta-feira (3). Do sábado para domingo tivemos uma ocupação de 65% e acredito que a movimentação segue continuando”, aponta a gerente Alecsandra Hypólito.

“Dos 160 hóspedes que passaram diariamente, no mínimo 80% eram turistas de passeio. Vieram de carro próprio, de motorhome, em grupos de motociclistas… a maioria são de perto, como Curitiba, Santa Catarina e São Paulo e o turista de passeio é legal porque ele consome e gasta na cidade, trazendo renda e dinheiro”, avalia Alecsandra.

Aumento da confiança
O Bourbon Ponta Grossa Convention Hotel, que é mais focado no turismo de negócios, também vem percebendo uma alta na confiança das pessoas em viajar. “Em março tivemos uma ocupação baixa devido à nova onda de covid, mas desde então a taxa vem aumentando. Quem vem a negócios prefere não vir nesta semana de feriado, então registramos 58,5% na sexta (3) e 65,4% no sábado (4)”, exemplifica o coordenador de recepção e reservas, Eloi Philippsen.

Belezas ao ar livre fomentam turismo em Ponta Grossa
As principais responsáveis pela atração de turistas a Ponta Grossa são as belezas naturais da cidade. O Buraco do Padre, por exemplo, está com ocupação máxima em todos os dias do ‘feriadão’, desde sábado até terça-feira (7). Segundo o gestor do local, Álvaro Dias Filho, na manhã desta segunda-feira (6) ainda havia ingressos disponíveis, mas com previsão de esgotamento.

“Para terça (7) a gente fez um teste de disponibilizar a carga completa on-line. Tem poucos ingressos ainda”, relatou, explicando que não serão disponibilizados ingressos na portaria.

Já o Parque Vila Velha, que no último sábado (4) completou 1 ano de reabertura contabilizando quase 60 mil visitantes, a média de ocupação de sexta-feira (3) até a manhã desta segunda-feira (6) é de 94,2%.

O local, que está recebendo até 845 pessoas por dia durante a pandemia, já recebeu 2.788 visitantes neste período. “Esperando receber um bom número também neste feriado prolongado, o parque já possui mais de 230 ingressos vendidos, pelo e-commerce, para os dias 7 e 8 de setembro”, relata a assessoria de imprensa do Vila Velha.

O local, que está recebendo até 845 pessoas por dia durante a pandemia, já recebeu 2.788 visitantes neste período. “Esperando receber um bom número também neste feriado prolongado, o parque já possui mais de 230 ingressos vendidos, pelo e-commerce, para os dias 7 e 8 de setembro”, relata a assessoria de imprensa do Vila Velha.

DC Mais