Foz do Iguaçu é primeira cidade do Brasil a conquistar certificado Halal

Foz do Iguaçu é primeira cidade do Brasil a conquistar o certificado Halal – termo que significa “lícito”e “permitido”, em árabe. Por meio desta certificação, uma entidade islâmica autorizada confirma que alimentos produzidos ao redor do mundo estão aptos à exportação para serem consumidos pelo povo muçulmano, abrangendo desde a matéria-prima ao processo de higienização, rastreabilidade, armazenagem e transporte, no caso de produtos. Isto significa que o documento recebido por Foz do Iguaçu atesta a licitude e a qualidade da produção, da confiabilidade, da rastreabilidade e do cumprimento dos requisitos de segurança pelos produtores da cidade, em todo o processo.
O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, recebeu a certificação durante reunião da Câmara de Comércio Árabe-Brasil, hoje, em Dubai, com as presenças do governador Carlos Massa Ratinho Júnior; do presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) e prefeito de Jesuítas, Júnior Weiller; e do diretor-presidente da Invest Paraná, José Eduardo Bekin.

A certificação foi entregue pelo CEO da CDIAL HALAL (certificadora que atua na América Latina credenciada pelos principais órgãos oficiais dos Emirados Árabes Unidos e do Golfo Pérsico), Ali Ahmad Saifi, e pelo presidente da Câmara de Comércio Árabe/Brasil, Osmar Chofri.

A CDIAL HALAL oferece ao consumidor muçulmano produtos e serviços que respeitam as tradições do Islã. Trata-se de um selo que abrange o mercado de alimentos, mas também fármacos/cosméticos, turismo, vestuário, entre outros. A certificação é reconhecida em mais de 150 países. O Paraná é o maior exportador de proteína halal do Brasil. Foz do Iguaçu tem uma das maiores comunidades árabes do País e é um dos destinos turísticos mais importantes do País.

Para o governador Carlos Massa Ratinho Júnior, a CDIAL ajudará o Paraná a ser cada vez mais reconhecido como destino sustentável, dinâmico e inovador. O presidente Júnior Weiller também destacou a conquista. “A certificação comprova a competência dos nossos municípios, reconhecida mundialmente, o que é motivo de muito orgulho para todos nós”, comentou. (Aurélio Munhoz e Agência Estadual de Notícias).