IPVA fica mais caro no Paraná com a valorização dos veículos usados

O IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) vai ficar mais caro no Paraná, em 2022. O aumento é decorrente da valorização dos veículos usados em 2021, já que o imposto é calculado com base no valor de mercado dos carros.

Dados do Índice de Preços ao Consumidor da FGV (Fundação Getúlio Vargas) apontam que os veículos usados valorizaram 43% nos últimos 12 meses. A economista Leide Albergoni, diz que em alguns momentos deste ano, o preço dos carros usados chegou a ser maior do que os veículos zero-quilômetro.

“Durante à pandemia, com a paralisação da produção dos automóveis novos devido a falta de matéria-prima, acabou tendo um aquecimento do mercado de automóveis seminovos. Então, nesse momento funcionou a lei da oferta e da demanda. A demanda muito alta acaba aumentando o preço do produto procurado”, explicou Albergoni.

A escassez de componentes eletrônicos foi um fator relevante que afetou a produção de veículos novos. Para o economista Carlos Magno Bittencourt, as restrições sanitárias impostas pela pandemia da Covid-19 paralisaram também os setores da indústria responsáveis pela produção dos insumos usados na fabricação dos veículos novos.

“O que nós estamos vendo hoje, e não só em relação aos veículos, mas vários outros produtos, é a falta de de componentes. Principalmente a falta de componentes eletrônicos fez com que a indústria automobilística não conseguisse atender a demanda de veículos novos”, detalhou Bittencourt.

Diante desse contexto, a valorização dos veículos usados foi um reflexo global. O presidente da Assovepar (Associação Revendedores Veículos Automotores no Estado Paraná), Cesar Lançoni, diz que foram três fontes de variação que afetaram o valor dos carros neste ano.

“O valores dos carros tiveram três fontes de interferência, a falta do carro zero, a desvalorização do real em relação ao dólar, sendo que muitas peças eh ou muitos muita matéria-prima tem a ver com internacional, portanto cotadas em dólar, né? E também a o aumento real desses carros no mundo todo, independente do dólar ou da matéria prima pela escassez mesmo. E o mercado sofreu sim a influência do aumento no preço e também parcialmente da falta do carro zero”, argumentou Lançoni.

A valorização reflete diretamente no valor do IPVA. Um veículo seminovo, Chevrolet Onix Joy, ano 2019, que em janeiro tinha a avaliação de R$ 39.000, passou a valer R $51.000,00 em dezembro deste ano, segundo a tabela FIPE da FGV.

A valorização corresponde a um aumento de aproximadamente R$ 400 no valor do imposto, no Paraná. O aumento médio do IPVA para veículos populares usados dos anos 2015 a 2018, deve ser de aproximadamente R$ 300, consideradas as avaliações da mesma tabela FIPE.

O valor do IPVA para 2022 deve ser divulgado pela Secretaria de Estado da Fazenda do Paraná nos primeiros dias de janeiro. A cobrança do imposto começa no dia 17. Para pagamento à vista, o contribuinte terá 3% de desconto. Para o pagamento parcelado, será possível dividir o valor em até cinco vezes, de janeiro a maio.

Imagem: reprodução