Irmão de petista afirma que assassinato foi “ato político”

Em um ato pela paz realizado neste domingo 17, por amigos e familiares do petista Marcelo Arruda, morto no último sábado 9, em sua festa de aniversário pelo bolsonarista Jorge José da Rocha Guaranho, seu irmão Luiz Donizete afirmou que não há dúvidas de que o assassinato foi “um ato político”.