O Paraná está entre os estados com maior potência de geração de energia por Centrais Geradoras Hidrelétricas

O Paraná está na lista dos estados com maior potência outorgada de geração de energia por Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs). Os dados são da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), atualizados em tempo real, e que foram coletados na sexta-feira (23). De acordo com a Aneel, o Estado possui mais de 82 mil kW (quilowatts) de potência outorgada por 68 empreendimentos energéticos de CGHs.

A potência outorgada diz respeito ao potencial de geração de energia permitido pelo órgão ambiental ao empreendimento no ato do licenciamento. As licenças de funcionamento para empreendimentos energéticos são emitidas pelo Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

Além da Aneel, o Paraná também é reconhecido pela Associação Brasileira de PCHs e CGHs (Abrapch) como o sexto estado com mais empreendimentos de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) no País.

O secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, ressalta que o grande benefício das PCHs e CGHs é o baixo impacto ambiental, quando comparadas a uma usina hidrelétrica de grande porte, por exemplo.

“A geração de energia limpa e sustentável é discutida no mundo inteiro e o Paraná apresenta um dos maiores potenciais do País nesse aspecto”, disse. De acordo com o secretário, um empreendimento com baixo impacto contribui para o meio ambiente e também para a geração de empregos.

Segundo a Abrapch, além da função de geração de energia, as estruturas protegem as margens dos rios contra a erosão e possibilitam o uso das águas para irrigação, piscicultura, abastecimento e lazer. Além disso, a energia gerada por PCHs e CGHs é configurada como a mais limpa entre as outras fontes renováveis.

Usina Cavernoso – Foto: Arquivo AEN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *