Olimpíadas de Tóquio: vôlei feminino vence Quênia e garante 1º lugar no grupo

A seleção brasileira feminina de vôlei encerrou sua participação na fase de grupos nos Jogos Olímpicos de Tóquio com uma vitória tranquila por 3 a 0 sobre o Quênia, com parciais de 25/10, 25/16 e 25/8. O resultado garantiu o primeiro lugar do Grupo A da competição e 100% de aproveitamento. Nas quartas de final o time encara a Rússia.

A equipe brasileira entrou em quadra já classificada e brigando apenas pela liderança. O técnico, José Roberto Guimarães, encarou o confronto com seriedade e mandou as titulares para o jogo contra a seleção queniana, que não somou nenhum ponto na competição. As brasileiras não encontraram nenhuma dificuldade, impondo seu ritmo em todos os sets e mantendo uma boa vantagem durante toda a partida.

O jogo
Forte no ataque e com bom volume de jogo, o Brasil se impôs muito cedo no primeiro set, abrindo 7 a 2. A distância entre as equipes era evidente e a vantagem foi aumentando. Na reta final da parcial, o Quênia chegou a encaixar uma sequência de pontos, mas não chegou perto de ameaçar a seleção brasileira, que fechou o set em 25 a 10. A central Carol foi o destaque, com sete pontos.

No segundo set, as quenianas conseguiram evitar a disparada brasileira por mais tempo, mas, a partir do quinto ponto não teve jeito. O Brasil deslanchou e dominou, variando ataques e quebrando a recepção adversária. As quenianas ainda tiveram um bom momento no set, chegando a cortar a diferença para cinco pontos, mas a reação parou e as brasileiras fecharam a parcial em 26 a 16, fazendo 2 sets a 0.

Para o terceiro set, José Roberto Guimarães promoveu três mudanças na seleção brasileira: Rosamaria, Natália e Ana Beatriz entraram nos lugares de Tandara, Fe Garay e Carol Gattaz. A equipe não perdeu o ritmo forte e logo abriu 7 a 1 no placar. Com o jogo mais tranquilo, o técnico da seleção brasileira promoveu mais testes ao longo da parcial, que teve grande atuação de Rosamaria, que somou seis pontos.

UOL