Oriovisto Guimarães é contra impeachment de ministros do STF

Em pronunciamento nesta terça-feira (17), o senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) afirmou que, mesmo tendo assinado o requerimento de criação da chamada CPI da Lava Toga em 2019, é contra a abertura de processo de impeachment de ministros de Supremo Tribunal Federal. O presidente Jair Bolsonaro tem dito nos últimos dias que irá apresentar um pedido ao Senado com esse objetivo.

Na opinião de Oriovisto, este não é o momento político para o Senado se debruçar sobre o tema. Ele também sugeriu que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, não decida sozinho sobre esse eventual pedido e divida com o Plenário “o fardo” dessa decisão.

— Provavelmente vão jogar contra o senhor [dirigindo-se a Rodrigo Pacheco] os militantes. Vão dizer que o senhor é responsável pelo fato de o Brasil estar nesta situação. Vão dizer que nós, senadores, não fazemos nada. Os nossos whatsapps vão ficar cheios de mensagens feitas por robôs ou por seguidores mesmo. Mas isso é parte da política —  disse Oriovisto.

Ao criticar Jair Bolsonaro, o senador afirmou que o presidente da República adota como estratégia política a “criação de inimigos”, como a urna eletrônica e os ministros do STF.

— O Brasil vive momentos sombrios, com ameaças de rupturas entre os poderes, notadamente entre o Poder Executivo e o Poder Judiciário — disse ele.

Fonte: Agência Senado/Foto Jane Araújo