Paraná dará suporte para realização do censo em 2022

A Assembleia Legislativa aprovou nesta segunda-feira, 8, requerimento do deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) para a tramitação em regime de urgência do projeto de lei 605/21, do governador Ratinho Junior, que prevê a cessão gratuita de imóveis do Estado para dar suporte à realização do Censo 2022 pelo Instituto IBGE (Brasileiro de Geografia e Estatística).

“É fundamental este apoio do Estado na realização do Censo. Já estamos atrasados neste levantamento tão importante para mapear as condições socioeconômicas do Brasil”, afirmou Romanelli. “O Censo é uma fotografia do País e um instrumento fundamental para a condução das políticas públicas. Sem ele, ficamos no escuro”, observa.

O IBGE iniciou na semana passada o primeiro teste nacional do Censo 2022. Foram escolhidos municípios, bairros, distritos ou comunidades nas 26 estados mais o Distrito Federal que serão percorridos por cerca de 250 recenseadores. No Paraná, a operação acontece em Jardim Olinda, a menor cidade do Estado. O objetivo é testar todas as etapas do processo de coleta de dados.

O censo demográfico deveria ser realizado neste ano de 2021, mas foi cancelado por decisão do governo federal, que sustentou a falta de recursos orçamentários. O Supremo Tribunal Federal (STF) reverteu a medida e tornou obrigatória a realização do levantamento.