PGR indica quatro procuradores para compor Operação Lava Jato

A Procuradoria-Geral da República (PGR) designou quatro procuradores da República para auxiliar nos trabalhos de investigação da Operação Lava Jato em Curitiba (PR) e um para a força-tarefa Postalis, em Brasília.

Passam a compor a FT em Curitiba:
Filipe Andrios Brasil Siviero, Leonardo Gonçalves Juzinskas, Paulo Henrique Cardozo e Ramiro Rockenbach da Silva Matos Teixeira de Almeida, lotados, respectivamente, nas procuradorias da República em Erechim (RS), São João de Meriti (RJ), Oiapoque (AP) e Sergipe. Os quatro auxiliarão Alessandro José Fernandes de Oliveira, titular do 15º Ofício da Procuradoria da República no Paraná e procurador natural da operação no estado.

O procurador da República João Paulo Beserra da Silva, lotado na Procuradoria da República em Jequié (BA), passa a atuar em conjunto com a procuradora da República Mirella de Carvalho Aguiar, procuradora natural do caso Postalis.

Os membros designados se apresentaram no modelo do edital PGR/MPF/84/2020 de consulta aos membros do MPF que tinham disponibilidade e interesse para colaborar com as forças-tarefas de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília (Greenfield e Postalis). Segundo o edital, os novos integrantes das FTs não receberão pagamento extra para atuar, não viajarão, nem mudarão de cidade para realizar o trabalho. Também não serão desonerados de seus ofícios, garantindo a continuidade dos trabalhos na procuradoria de origem. Com isso, os procuradores acumularão conhecimento para aplicar em casos nos estados onde atuam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *