Piso nacional garante valorização da enfermagem, diz Michele Caputo

O deputado Michele Caputo (PSDB) disse nesta terça-feira, 11, que os profissionais de enfermagem – enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras das redes pública e privada – serão valorizados no país com a votação do piso nacional da categoria em tramitação no Senado Federal. “Amanhã (quarta-feira, 12) é o dia nacional da enfermagem. Toda a nossa homenagem e méritos aos profissionais de enfermagem que mostraram o quão são briosos e imprescindíveis na proteção da vida, principalmente nesta pandemia”, disse.

“Mas esse reconhecimento só se dará, de forma convicta, com a votação do piso nacional da categoria – entre R$ 7.315,00 (enfermeiros) R$ 5.120,50 (técnicos) e R$ 3.657,50 (auxiliares e parteiras) – que deve ser votado urgente pelo Congresso Nacional. Esse é o melhor reconhecimento que a sociedade pode dar a esta importante categoria”, completou Michele Caputo, coordenador da Frente Parlamentar sobre o  Coronavírus e ex-secretário estadual de Saúde do Paraná.

No estado, 113.794 profissionais estão registrados no Conselho Federal de Enfermagem: 29.222 enfermeiros, 61.514 técnicos e 23.058 auxiliares. No Brasil, 2,4 milhões de profissionais de enfermagem. No país, entre 12 e 20 de maio, comemora-se a Semana da Enfermagem. “A função dos profissionais de enfermagem é essencial para garantir a recuperação e salvamento de vidas em perigo, seja nos hospitais ou demais instituições que necessitam da assistência contínua de cuidados médicos”.

Michele Caputo espera que o Senado e representantes da categoria cheguem a um acordo para a votação do projeto de lei do piso salarial já na semana que vem. Os valores previstos no projeto são baseados numa jornada de 30 horas semanais e são válidos para União, estados, municípios, Distrito Federal e instituições de saúde privadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *