Precisamos fazer mais!, diz Michele Caputo em relação à pandemia

O deputado Michele Caputo (PSDB), coordenador da Frente Parlamentar sobre o Coronavírus, disse nesta quarta-feira, 26, que todos os gestores de saúde, nos níveis estadual, federal e municipal, precisam “fazer mais” em relação ao combate e enfrentamento da pandemia do coronavírus, especialmente sobre a vacinação.

Michele Caputo considera inadmissível o estado estar no 9º lugar no ranking nacional de vacinação. “Estamos precisando dar uma chacoalhada em todas as gestões”, disse. “Não justifica o estado que tem a organização, que tem as vacinas e que tem os profissionais, estar em 9º colocado no ranking de vacinação. Deve ter, mesmo que de forma remota, uma reunião estadual para que a mobilização da campanha e os devidos esclarecimentos sobre a situação atual”.

O Paraná, atenta o deputado, passou de segundo para primeiro estado com taxa de contágio “Eu faço um apelo aos secretários e secretárias que tomem decisões conjuntas de restrição. “O decreto do Governo do Estado é um caminho bem dado para o enfrentamento à doença. Mas não pode Curitiba ter uma posição de restrição e as cidades da região metropolitana, não ter. E na sexta-feira e sábado, vai todo mundo para os outros municípios”.

O deputado disse que é necessário e fundamental as decisões conjuntas por região de saúde, conforme o grau de gravidade da doença e que não tem que ficar esperando. “O litoral deu um exemplo importante disso na semana passada”, disse. As sete cidades do litoral paranaense tomaram medidas conjuntas de restrição à circulação de pessoas.

Fura-fila – “Temos que começar a comprar antígenos. Se o governo federal não mandar para cá, temos que começar a fazer testes na população economicamente ativa que circula, que aglomera, com resultados mais rápidos. O PCR é muito bom, entre fazer e não receber o resultado, o teste não se presta para um trabalho de controle”.

Michele Caputo também atentou sobre as denúncias de fura fila do Paraná. “Talvez sejamos o estado com maior volume de denúncias de fura fila de várias ordens. Há um descontrole, há a necessidade de discutir o controle desse processo, tem que se aprender do zero. Aonde houver dolo, polícia, cadeia, onde não houver dolos que se aprenda com os erros”.

“Nós precisamos fazer mais. O Paraná não pode ficar na condição que está. Cenas lamentáveis de pessoas nos corredores, tem questões que podemos e devemos fazer mais e fazer melhor”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *