Quadrilha que faturou R$ 12 milhões dos paranaenses é caçada pela Polícia Civil

Policiais Civis estão nas ruas desde as primeiras horas da manhã de terça-feira (11) para cumprir 46 ordens judiciais contra um grupo criminoso envolvido em esquema de sonegação impostos estaduais. Segundo as investigações, a quadrilha pode ter gerado um prejuízo de R$ 12,5 milhões aos cofres públicos. A ação policial ocorre em Maringá, no noroeste do Paraná.

As investigações apontaram que os criminosos abriam empresas em nomes de laranjas. Conforme os débitos tributários eram cobrados pela Receita Estadual, outras empresas eram abertas gerando um ciclo de abertura e fechamento de firmas para burlar o pagamento de impostos.

As investigações de alta complexidade, iniciaram há 8 meses. Durante as diligências, a PCPR descobriu que o grupo criminoso atuava com o esquema de sonegação de impostos, há mais de 8 anos, causando prejuízo aos cofres públicos.

Estão sendo cumpridos oito mandados de prisão, 19 mandados de busca e apreensão, 18 mandados de sequestro de veículos e um arresto de imóvel.

Foto: reprodução