Reforma administrativa tornará Estado mais eficiente, diz Barros

O deputado federal Ricardo Barros (PP/PR) disse, nesta quarta-feira (26), que a Reforma Administrativa vai estimular a meritocracia no serviço público e permitir “um Estado brasileiro mais leve, mais eficiente e com uma melhor qualidade de prestação de serviço ao cidadão”.

“Hoje o Estado brasileiro custa 14% do Produto Interno Bruto. A média da comunidade européia é de 9% do PIB, portanto temos uma margem pra fazer muito mais e melhor na qualidade da prestação do serviço público para o cidadão”, afirmou.

A admissibilidade da reforma administrativa foi aprovada nesta semana pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Barros explica que o texto será analisado por uma comissão especial e afetará apenas os futuros concursados do serviço público no Brasil.

“Serão pessoas que vão ter meritocracia, vão ser qualificadas e premiadas pelo seu desempenho. Também serão afastadas se não tiverem desempenho”.

“Serão pessoas que vão ter meritocracia, vão ser qualificadas e premiadas pelo seu desempenho. Também serão afastadas se não tiverem desempenho”.