Romanelli e prefeitos definem prioridades do Norte Pioneiro

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) destacou nesta segunda-feira, 11, a importância da formação dos consórcios intermunicipais que podem racionalizar e prestar um bom serviço às cidades nas áreas da saúde, resíduos sólidos, meio ambiente, segurança, entre outras. “Temos bons exemplos na região do Norte Pioneiro em que os consórcios integram serviços de forma mais ágil e com menor custo”, disse.

Ainda no recesso na semana passada, Romanelli recebeu o prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edimar Santos (PTB), eleito presidente do Cisnop (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte do Paraná) e o ex-prefeito Gimerson Subtil (PDT), de Sapopema, ex-presidente do consórcio; e conversaram por videoconferência com o prefeito de Cornélio Procópio, Amim Hannouche (PSD).

“Foi uma reunião de trabalho, onde abordamos a importância da conclusão e funcionamento do Hospital Regional do Norte Pioneiro, que está quase pronto”, disse o deputado.

Segundo Romanelli, a meta é concluir as obras o mais breve possível, para que o hospital entre em funcionamento e, com isso, o Governo do Estado autorize o vestibular de medicina para o campus da Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná). “Esses são os nossos grandes desafios e vamos lutar para que isso aconteça com a máxima agilidade”, reforça.

Amunop — O prefeito de Cornélio Procópio, Amin Hannouche (PSD) foi eleito no final do ano passado como presidente da Amunop. “Vamos lutar e fazer com que essa união possa levar ao conhecimento do governador Ratinho Júnior a segurança necessária para autorizar o funcionamento do Hospital Regional e o vestibular de Medicina, que são dois sonhos de toda a região do Norte Pioneiro”, disse o prefeito.

Atualmente a Amunop conta com 20 municípios associados. Mas a previsão é de que esse número aumente, com o retorno de Andirá, que já sinalizou interesse em participar da Associação. Os municípios associados atualmente são Abatiá, Assaí, Bandeirantes, Congonhinhas, Cornélio Procópio, Itambaracá, Leópolis, Nova América da Colina, Nova Fátima, Nova Santa Bárbara, Rancho Alegre, Santa Amélia, Santa Cecília do Pavão, Santa Mariana, Santo Antônio do Paraíso, São Jerônimo da Serra, São Sebastião da Amoreira, Sapopema, Sertaneja e Uraí.

Romanelli reafirmou que vai trabalhar no primeiro trimestre deste ano para atender as duas principais demandas da Amunop e do Cisnop: o Hospital Regional e o curso de medicina da UENP. “Já temos avançado nas negociações com a Secretaria da Saúde e o Governo do Paraná, para que no menor tempo possível, o Hospital Regional entre em funcionamento. Depois, teremos outro duro embate, que é lutar pela liberação do curso de medicina e a autorização do primeiro vestibular”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *