Rússia ataca cidades da Ucrânia

Os militares da Ucrânia afirmaram que destruíram 4 tanques russos em uma estrada perto da cidade de Kharkiv, no leste do país, mataram 50 soldados dos inimigos na região de Luhansk e que derrubaram 6 aviões russos, também no leste do país, de acordo com a agência Reuters.

O comandante-em-chefe das Forças Armadas ucranianas, o general Valery Zaluzhni, afirmou que a ordem do presidente Volodymyr Zelensky é infligir o maior número de perdas aos inimigos e que o seu exército reage “com dignidade” aos ataques.

O governador da Crimeia, uma região da Ucrânia que a Rússia anexou em 2014, afirmou nesta quinta-feira (24) que ele deu ordens para que o canal que leva água do rio Dniper, da Ucrânia, à Crimeia seja reaberto.

Depois da anexação da Crimeia, o governo ucraniano havia cortado o fornecimento de água para a região. O canal, construído na época da União Soviética, usava a água do Dniper para abastecer a Crimeia e também a região de Kherson.

A polícia ucraniana anunciou que irá distribuir armas a veteranos do exército.