Santin Roveda defende plano de desenvolvimento para Sul do Paraná

O ex-prefeito de União da Vitória, Santin Roveda, defendeu nesta segunda-feira, 2, um amplo plano de desenvolvimento para a retomada da economia das regiões sul, sudoeste e centro-sul do Paraná. Neste plano, segundo Santin Roveda, inclui obras estruturantes, apoio, convênios e parcerias dos governos estadual e federal nas áreas de turismo, agricultura, meio ambiente e tecnologia de inovação e incentivos para geração de empregos especialmente para jovens.

“São três regiões que somam mais de um milhão de moradores de 76 cidades e que precisam de um plano estratégico de investimentos em áreas que considero prioritárias, como a agricultura, que fazem parte desta proposta do Paraná como maior produtor de alimentos do mundo”, disse Santin Roveda.

As áreas de turismo, meio ambiente e tecnologias de informação e inovação também são consideradas fundamentais no desenvolvimento da região e com potencialidade, junto com a agricultura, de agilizar a criação de empregos essenciais para a retomada econômica e do bem estar social da região. “Temos que dar condições, por exemplo, para que as nossas estradas consigam escoar a produção da região com segurança e baixando os custos para o setor produtivo”, disse.

Rodovias – Entre as obras estruturantes, consideradas fundamentais por Santin Roveda, estão as melhorias e a duplicação da PR-280, incluindo o acesso da BR-153 a União da Vitória. E ainda a ligação da PR-364 entre as cidades de Cruz Machado a Inácio Martins (75 quilômetros), a duplicação da BR-477 e a construção do Contorno do Iguaçu entre BR-153 e PR-280, garantido o acesso ao estado de Santa Catarina.

Santin Roveda ainda defende a realização de estudos de viabilidade para consolidar um aeroporto regional para atender as três regiões e para a implantação de um porto seco. “O setor produtivo, na sua ponta, já está preparado para este novo impulso, a produção e o processamento de alimentos crescem e com estradas em boas condições, podemos atrair mais investimentos privados, criando mais empregos”, disse.

A vocação econômica das três regiões, diz Santin Roveda, devem se basear na trindade formada pela agricultura-erva mate e pecuária leiteira, no turismo, e na exploração de madeira de reflorestamento. Para isso, o ex-prefeito considera importante a consolidação do parque tecnológico e do centro universitário regionais, investimentos e roteirização de circuitos turísticos, além do estímulo à industrialização da erva mate orgânica e diversificação da produção da erva mate tradicional.

“Os investimentos nessas áreas são fundamentais para a criação de empregos e de incentivo para que os jovens tenham uma boa formação profissional e permanecendo na região, o que é muito importante ao desenvolvimento do Paraná”, completa.