Sessão para tentar derrubar veto ao Refis das micro e pequenas empresas está marcada para quinta-feira

Os parlamentares têm pouco tempo para evitar que mais de 437 mil micro e pequenas empresas sejam desligadas do sistema de tributação simplificada, o Simples Nacional, por causa de dívidas. O presidente doRodrigo Pacheco (PSD-MG), marcou para quinta-feira (10) a sessão do Congresso para discutir o veto presidencial aplicado por Jair Bolsonaro ao projeto que instituía o programa de renegociação de dívidas do setor.

“Designei sessão do Congresso, no próximo dia 10, para votarmos o projeto (…) que institui programa de renegociação de dívidas para micro e pequenas empresas, de modo que, caso o veto seja derrubado, haja tempo para adesão ao programa”, escreveu Pacheco no seu Twitter.

O prazo para que essas empresas endividadas não sejam excluídas do programa termina no próximo dia 31. As dívidas, segundo o governo, somam R$ 20 bilhões.