Twitter desabilita perfis suspeitos

O Twitter desabilitou na segunda-feira, 14, milhares de perfis que considera suspeitos de impulsionar conteúdo artificialmente na rede social.

Na prática, a rede social desativou temporariamente os perfis suspeitos até que o usuário confirme detalhes como senha ou número de celular. “Até que cumpram essa etapa de confirmação, as contas ficam temporariamente desabilitadas, com funcionalidades limitadas, e deixam de entrar no cálculo para contagem de seguidores”, diz o Twitter, em nota. Não é a primeira vez que a empresa realiza esse tipo de operação.

Entre os perfis que afirmam ter sido atingidos estão o ex-ministro Abraham Weintraub, o ex-assessor especial Filipe Martins e o ministro Onyx Lorenzoni, da Secretaria-Geral da Presidência. Eles reclamaram da ação em suas contas oficiais. Weintraub, por exemplo, afirma que perdeu cerca de 10 mil seguidores e, três horas depois, que 2,5 mil já haviam voltado à contagem.

Martins, que recentemente foi afastado no cargo de assessor especial para Assuntos Internacionais e denunciado por um gesto de conotação racista, disse que 15 mil de seus seguidores desapareceram da contagem. Onyx reportou ter perdido 12 mil.

“Conservadores mais uma vez perdendo milhares de seguidores no Twitter sem nenhuma explicação plausível”, registrou o ex-assessor, que pediu para sua comunidade fazer “listas com aqueles que tiveram esse problema e divulgem para que mais pessoas possam segui-los”.

Fonte: Bem Paraná

Imagem: Claudio Schwarz/Unsplash

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *