Universidade dos Prefeitos mira a Agenda 2030 e os ODS

O Governo do Paraná apresentou nesta terça-feira (03) a prefeitos que são presidentes de associações regionais de municípios paranaenses o projeto da Universidade dos Prefeitos. A proposta visa ampliar a integração entre Estado e municípios com foco em estimular e acelerar mecanismos de implementação e acompanhamento local da Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no Paraná.

A ação, coordenada pela Superintendência Geral de Desenvolvimento Econômico e Social (SGDES), órgão vinculado à Casa Civil, busca capacitar lideranças dos municípios paranaenses por meio de um curso híbrido (online e presencial), com apoio de plataforma desenvolvida pelo Instituto das Nações Unidas para Formação e Pesquisa (Unitar) e pela Organização Mundial da Família (WFO).

O curso terá duração de nove meses, com previsão de dois encontros semanais. Os prefeitos dos 399 municípios do Paraná serão convidados a participar e a certificação será dada pela Unitar.

O lançamento oficial da plataforma de conhecimento, com apresentação da aula magna, será entre os dias 28 e 30 de junho, na sede das Organizações das Nações Unidas (ONU), em Genebra, na Suíça, e contará com a presença de 40 líderes municipais do Estado e da Associação dos Municípios do Paraná (AMP). Visitas técnicas a órgãos vinculados à ONU complementam o cronograma de atividades.

O projeto é resultado de um memorando de entendimento assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nos Emirados Árabes, durante a Semana do Paraná, evento simultâneo à Expo Dubai, em outubro do ano passado.

“Criamos com esse curso uma ferramenta prática de planejamento e execução de políticas alinhadas às agendas globais de desenvolvimento. Lá na Suíça os prefeitos terão condições de conhecer de perto como funcionam as agências ligadas à ONU, os organismos internacionais. Será o start deste curso tão importante que faz do Paraná pioneiro no País”, destacou a vice-presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social (Cedes) e superintendente geral da SGDES, Keli Guimarães.

Ela explicou que a Universidade dos Prefeitos trabalhará com diferentes vertentes, atuando na capacitação em gestão municipal, na elaboração de projetos para a obtenção de recursos internacionais a fundo perdido e no repasse de informações atualizadas sobre projetos de organismos como o Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT), entre outros.

“Os participantes terão acesso ao que há de melhor no mundo. Há recursos disponíveis a fundo perdido para financiar o desenvolvimento dos municípios, mas faltam projetos qualificados para a obtenção desses fundos”, afirmou a vice-presidente do Cedes.

“O Paraná inovador e pioneiro envolve as cidades. O curso é a chance de dar voz aos municípios em nível internacional”, acrescentou Deisi Kusztra, presidente da WTO.