Economia: confiança dos comerciantes paranaenses volta a crescer

Mesmo com as preocupações sobre o atual cenário econômico do país, empresários estão otimistas e planejam investimentos

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) paranaense cresceu 0,9% em junho, atingindo 122,3 pontos, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR). Essa alta foi motivada principalmente pelas empresas com mais de 50 funcionários, entre as quais o índice subiu de 130,7 pontos em maio para 132,1 pontos em junho. As micro e pequenas empresas também registraram aumento no ICEC, passando de 121 pontos em maio para 122,1 pontos em junho.

Na variação anual, o indicador aumentou 14,8%. O ICEC paranaense está praticamente no mesmo patamar nacional, que atingiu 122,4 pontos neste mês, a maior pontuação desde o início da pandemia.

Para composição do indicador os empresários fazem uma avaliação sobre três fatores: condições atuais, expectativas e projeção de investimentos. No Paraná, todos esses subindicadores são considerados favoráveis, por estarem acima dos 100 pontos.

As Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC) marcam 104 pontos e, apesar de uma redução de 0,6% de maio para junho em função da situação econômica do país, esse fator está 42,3% acima do registrado em junho do ano passado.

As Expectativas do Empresário do Comércio (IEEC) estão com a maior pontuação, chegando a 148,2 pontos em junho, com elevação mensal de 1,3% e alta anual de 1%.

Já os Investimentos do Empresário do Comércio (IIEC) estão com 114,8 pontos, e registram crescimento de 1,9% sobre maio e aumento de 14,8% na comparação com junho de 2021.