Maringá é segunda maior geradora de empregos do Paraná

Foto: reprodução

Maringá ficou em destaque novamente como a maior geradora de empregos no interior do Estado. O último ranking do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) indica que foram ofertadas 1.895 vagas de trabalho em fevereiro.

No Paraná, Maringá ficou atrás somente de Curitiba que ofertou 13 mil vagas. “Em que pesem os prejuízos da nossa economia com a pandemia, temos empreendedores dinâmicos e empresas fortes que se destacam em nível nacional e até internacional”, comentou o prefeito Ulisses Maia.

Maringá gerou 756 vagas a mais em fevereiro, em relação a janeiro. Os principais setores em fevereiro foram serviços com 43% das vagas, comércio com 16%, indústria com 23%, construção com 10% e agricultura com 5%. Hoje há 288 vagas disponíveis na Agência do Trabalhador.

Retomada econômica

O empenho da Prefeitura e de diferentes segmentos da sociedade civil organizada colaborou para a boa colocação maringaense. Desde o final do primeiro semestre do ano passado foram feitas várias ações visando a recuperação da economia de Maringá durante a pandemia de coronavírus.

Entre as iniciativas estão a criação do Programa Juro Zero, incentivos e orientações no Espaço do Empreendedor, o Plano de Retomada Econômica e Social de Maringá, entre outras ações em parceria com órgãos como Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), Sebrae, sindicatos, universidades, entre outros.

Além disso, há empreendimentos e projetos em andamento que vão gerar novas vagas de trabalho, como o Parque Industrial, o Parque de TI, entre outros.

Dados do Caged indicam que o Brasil gerou 401.639 vagas em fevereiro. Sendo o Paraná o maior gerador de empregos no Sul e o terceiro no País. No Paraná, os setores que mais geram vagas são serviços, indústria da transformação, comércio, construção e depois agricultura.

As informações são do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *