Professora da Unicentro lança livro sobre o tropeirismo em Guarapuava

A trajetória do tropeirismo nos séculos 18 e 19 é retratada no livro “Caminhos do tropeirismo em Guarapuava”, de autoria da professora Raquel Virmond Rauen Dalla Vecchia, do Departamento de Ciências Econômicas da Unicentro. A obra, que acaba de ser lançada pela Editora Dialética, aborda, segundo a pesquisadora, o “universo do tropeirismo e toda complexidade de suas formas econômicas e sociais, demonstrando a articulação desta atividade entre os setores que estruturavam a economia brasileira daquele período – um setor de subsistência, que mobilizava o mercado interno e o setor exportador que era o condutor da economia. Naquele período, o setor exportador era o ouro. Então, para poder transportar esse ouro de Minas Gerais até o Rio de Janeiro precisava do meio de transporte, aí que surge, então, o tropeirismo”.

O livro, que é resultado das pesquisas que Raquel desenvolveu no Mestrado em História pela Universidade Estadual Paulista, a Unesp, mostra como o Paraná se tornou importante nesse mercado em expansão, com a abertura do caminho de Viamão, que ligava o centro criatório de muares no Rio Grande do Sul, ao centro consumidor em Sorocaba, no interior de São Paulo. “O Paraná como era uma área intermediária desse percurso, que ficava entre Rio Grande do Sul e São Paulo. Ele se beneficiou dessa circulação de tropas em seu território, transformando essa atividade em sua principal fonte de renda. A obra”, prossegue a professora, “buscou focalizar e analisar o papel, o lugar de Guarapuava nesse processo histórico. Então, ele apresentou as questões que envolve os aspectos econômicos e sociais gerados com a abertura da Estrada das Missões. A partir de Guarapuava, então, se criou um novo caminho que ligava a cidade à região criatória de muares, no Rio Grande do Sul. Então, qual foram os impactos que essa, que foi inserção do tropeirismo, causou na sociedade de Guarapuava”.

O livro “Caminhos do tropeirismo em Guarapuava” está disponível para compra física no site da Editora Dialética.