Cabo Daciolo afirma que será candidato a presidência em 2022

Cabo Daciolo assinou sua filiação ao Brasil 35 (ex-Partido da Mulher Brasileira) nesta sexta-feira, 29, e diz que é candidato, mas avisa desde já que não é o representante da terceira via. “Mermão, eu sou a primeira via”, sentenciou.

O mais pitoresco dos candidatos da eleição presidencial de 2018, Daciolo reclamou, nesta semana, de reportagem especial do Estadão que apresentou o cenário político para a eleição de 2022 e os nomes cogitados para eventual candidatura à Presidência. “Kd (cadê) o Daciolo”, escreveu ele no Twitter.

Para a campanha, Daciolo afirmou que vem conversando, (e nem pretende fazê-lo) com outros partidos para uma eventual formação de chapa. “Vou solo, mermão”. Sendo assim, ele terá tempo irrisório no horário eleitoral, e vai dispor de poucos recursos financeiros. Em 2020, quando ainda era PMB, o Brasil 35 recebeu apenas R$ 1,2 milhão do fundo eleitoral. Ele, no entanto, se fia no desempenho eleitoral de 2018, quando teve 1.348.323 votos no primeiro turno. “Fiquei na frente do Henrique Meirelles, da Marina Silva e do Guilherme Boulos”, disse.

Foto: Edu Garcia