Café especial do Norte Pioneiro é reconhecido mundialmente

O secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, disse nesta terça-feira (20), durante a abertura da 13.ª Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro (Ficafé), que o Governo quer estar cada vez mais presente e contribuindo no esforço para a valorização da produção da região. Este ano, em que o evento é realizado de forma virtual, além do café, há destaque para a fruticultura e avicultura.

“O governador sempre nos desafia a sermos mais criativo, mais assertivos, mais presentes na construção de uma densidade maior na economia do Norte Pioneiro a partir do agro, a partir do rural”, disse. “Por isso, nos somamos aos que participam do esforço de valorização da cafeicultura, da fruticultura, da horticultura, dos grãos, do frango e de outras atividades importantes, capazes de oferecer oportunidades melhores.”

Reconhecimento internacional
O café especial do Norte Pioneiro tem Identificação Geográfica (IG) e é reconhecido mundialmente pela qualidade. No território, há cerca de 32 mil propriedades, das quais 30 mil são pequenas. A região também produz goiaba com Identificação Geográfica e exportação para vários países, e está em florescimento a cultura do morango, que também pleiteia a identificação.

A expectativa é que, este ano, o Paraná produza em torno de 943 mil sacas de 60 quilos de café em pouco mais de 35,5 mil hectares. “Perdemos de 10% a 15% com a estiagem, mas, por não ter chuva na colheita, conseguimos uma bebida diferenciada, possivelmente uma ótima bebida, com preços um pouco melhor”, afirmou Ortigara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *