Com Moro, Podemos vira protagonista no Paraná

A filiação de Sérgio Moro ao Podemos, nesta quarta-feira (10), está sendo bastante comemorada pelas lideranças da legenda no Paraná. A expectativa é que Moro ajude a formar uma forte bancada federal e eleve a sigla a um novo patamar no Estado.

Embora os três senadores paranaenses sejam do partido – algo inédito no Estado – o Podemos PR não tem deputado federal. Para o presidente da estadual da legenda, Cesar Silvestri Filho, a situação deve mudar radicalmente com a filiação do ex-juiz Sergio Moro e sua possível candidatura à Presidência da República.

“O Podemos vai ganhar protagonismo nacional e no Estado, que deve eleger uma forte bancada federal. Moro é um nome que conta com o respaldo dos paranaenses e o respeito da população em geral. É a terceira via com maior densidade eleitoral entre todas que se apresentaram até o momento”, avalia. “Um partido que tem três senadores não pode ser coadjuvante”, acrescenta.

Pesquisa divulgada no início desta semana pelo Instituto Ricieri Garbelini (IRG), em conjunto com o jornal Diário Indústria e Comércio, de Curitiba, reforça a previsão de Silvestri Filho. O IRG aponta empate técnico entre Lula, Moro e Bolsonaro no primeiro turno. Já num possível segundo turno, Sérgio Moro dispara na capital paranaense e vence Lula com 52,1% contra 33,8% do petista e com 51,6% contra 31,3% alcançado pelo atual presidente. Vale lembrar que no segundo turno de 2018 Bolsonaro recebeu 76,54% dos votos dos eleitores curitibanos.