Leandre defende repactuação de valores repassados pelo Governo ao SAMU

A deputada federal paranaense fez uma fala em defesa dos SAMU durante reunião da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara

A deputada federal Leandre Dal Ponte (PSD-PR) fez uma fala em defesa do reajuste dos repasses do Governo Federal e dos governos estaduais para o SAMU (Serviço de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), nesta quarta-feira (27), durante sessão da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados.

Em junho do ano passado, por solicitação da deputada Leandre, a Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados realizou audiência pública para debater a repactuação e a coparticipação na manutenção do SAMU. Na época, representantes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência afirmam que não receberam recurso extra do Governo Federal durante a pandemia. Eles relataram a defasagem nos repasses do Governo para manutenção do serviço, que não são atualizados desde 2013.

“Estamos desde o ano passado trabalhando a questão do SAMU. Nós temos uma portaria onde a União se compromete em financiar 50% dos gastos do SAMU. Hoje, a gente sabe que o SAMU não se viabiliza mais se os municípios não bancarem mais de 60% de todo o custo da sua operação”, observou a deputada do PSD.

Leandre lembrou o quanto o serviço foi essencial durante o período de pandemia da Covid-19. E afirmou que é necessário voltar o debate e, principalmente, buscar orçamento para reajustar os valores defasados que são repassados para os SAMU.