PP convida Guto Silva (PSD) para filiação

Depois de Cesar Silvestre Filho (PSDB), quem está movimentando os bastidores da política paranaense hoje, com jogadas estratégicas, é o deputado federal, Ricardo Barros (PP), líder do governo federal na Câmara. Conhecido articulador, tomou conta do tabuleiro de xadrez.

De olho nas eleições gerais de outubro, Barros usa o período em que deputados aproveitam a janela partidária, em março, para mudar de partido, e vem chamando um a um para conversa em seus gabinetes de Brasília e Maringá.

Depois de fechar acordo com o PSD de Ratinho Junior, Barros convidou para fazer parte do PP os quatro deputados do PSB e o ex-chefe da Casa Civil e candidato ao Senado, Guto Silva (PSD).

Com certeza nenhum deles bateu o martelo mas o convite deve ser tentador porque os parlamentares estariam na esteira dos votos do presidente Jair Bolsonaro que, no Paraná, deve deter em torno de 35% a 40%. Não dá para desprezar, ou deixar de pensar.

Quem teve uma boa conversa política neste final de semana em Londrina e este assunto esteve em destaque, foi o prefeito da cidade, Marcelo Belinatti (PP) e o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB).

Pedro Ribeiro