Romanelli defende mudança no modelo tributário do Brasil

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) considera que o sistema tributário brasileiro privilegia os mais ricos e deveria ser mudado. “Tem que parar de cobrar imposto dos pobres e cobrar mais dos ricos”, afirmou. “O Brasil é o único país do mundo que não cobra imposto sobre dividendos e isso beneficia quem tem maior poder aquisitivo”.

O parlamentar também fez críticas ao sistema de benefícios e de isenções concedido pela União para os grandes grupos econômicos, salientando que faltam recursos para ajudar as famílias em vulnerabilidade social. “O governo federal não tem coragem de cortar subsídios para grandes grupos econômicos. É preciso mudar esta realidade”, pontuou ele em entrevista para a rádio Graúna, em Cornélio Procópio.

Segundo Romanelli, o País precisa enfrentar os desafios de mudança e também buscar alternativas para reduzir os impactos da inflação sobre a renda dos mais pobres. “Inflação de dois dígitos é altamente preocupante, come o salário do trabalhador pela perna”, considera o deputado. “É necessário que a política econômica assegure o bem-estar das famílias e gere emprego para as pessoas”.

Para Romanelli, a alta da inflação deve chegar inclusive ao agronegócio. “O produtor está com o cabelo em pé. A próxima safra já vai ter custos de produção subindo muito. Tem insumos que aumentaram de 30% a 40%, inclusive aqueles cotados em dólar”, afirmou. “Isso reduz as margens do agricultor e pode provocar mais alta de preços lá na ponta do consumo”, ponderou.