Traiano viabiliza os recursos para ampliação da Regional da Saúde do Sudoeste

Foto: Ademar Traiano/ Arquivo Alep

O prefeito de Santo Antônio do Sudoeste, Ricardo Ortiña, que é presidente da Associação Regional de Saúde do Sudoeste – ARSS, comemora a liberação de R$ 2.800.000,00 para ampliação da ARSS em 1000 metros quadrados. A Associação é sediada em Francisco Beltrão mas atende municípios de todo o Sudoeste. “Os recursos para ampliação da ARSS foram obtidos pela ação incansável do presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, junto ao secretário de Saúde Beto Preto”, destaca Ricardo Ortiña.

“É uma conquista muito grande para mim, que ocupo a Presidência da ARSS, como um dos prefeitos de municípios atendidos pela Associação, termos conseguido recursos para ampliar nossa estrutura. O deputado Traiano tem conseguido conquistas excepcionais na área de saúde que atendem todo o Sudoeste”, disse Ricardo Ortiña. Ele destacou que, com a ampliação da ARSS, ela estará mais capacitada a atender 27 municípios da região, com novos consultórios, laboratórios, salas para procedimentos e mobiliários ampliados. “É uma grande conquista para o Sudoeste e só temos de agradecer ao deputado Traiano que não descansa nunca em sua batalha para atender a Região”, disse o prefeito.

Para Traiano a luta por recursos para o Sudoeste, é antiga. “Já fui prefeito de Santo Antônio do Sudoeste, como o Ricardinho. Foi lá que iniciei a minha carreira política em 1982. Sei bem das dificuldades de um prefeito do interior conseguir recursos. Por isso, quando me elegi deputado, em 1990, decidi me tornar um deputado municipalista. Meu foco é levar obras e recursos para os municípios. Meu objetivo é transformar sonhos em realidades. Tenho a felicidade de ter encontrado no governador Carlos Massa Ratinho Junior, um grande parceiro para esse propósito”, disse Traiano.

A Associação Regional de Saúde do Sudoeste, é sediada em Francisco Beltrão, mas é presidida, por um sistema rotativo, pelos 27 prefeitos que são atendidos por ela. O comando da ARSS muda a cada dois anos.

As informações são do Blog do Tupan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *