Darci Piana participa de debate sobre ações de Saúde pós-pandemia

O Sesc da Esquina recebeu diretores e representantes das 22 regionais de Saúde do estado, secretários de Saúde e prefeitos para a Saúde em Frente, iniciativa da Secretaria de Estado de Saúde, que marca o primeiro encontro presencial desde o início da pandemia. A ação iniciou na segunda-feira (30) e terminou na terça (31), contou com a participação do vice-governador do Paraná e presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR, Darci Piana, e do secretário de estado do Saúde, Beto Preto.

Os dois participaram de uma mesa de debates que integrou a segunda parte do encontro. Na pauta foram discutidas ações de Saúde pós-pandemia, como a retomada das cirurgias eletivas; o atendimento primário com acompanhamento da saúde das famílias; a saúde mental, como reflexo do período pandêmico, e o tratamento multidisciplinar de pacientes pós-Covid.

Também participaram do debate o secretário municipal de Saúde de Mangueirinha e presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná (Cosems), Ivoliciano Leonarchik; a secretária municipal de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak; o prefeito de Campina Grande do Sul e vice-presidente do Consórcio Metropolitano de Saúde do Paraná (Comesp), Bihl Zanetti; e o prefeito de Marilândia do Sul e presidente da Associação dos Consórcios e Associações Intermunicipais de Saúde do Paraná (Acispar), Aquiles Takeda Filho.

Durante o encontro foi anunciado o investimento de R$ 50 milhões em 2022 para os procedimentos cirúrgicos eletivos. “Queremos dar visibilidade para aquilo que inevitavelmente precisou ficar em segundo plano neste um ano e meio de pandemia”, disse o secretário. “Estamos pensando no futuro, nesta retomada de ações direcionadas no âmbito da Saúde, para que todos os paranaenses possam ser atendidos da melhor maneira possível”, pontuou o secretário de Saúde, Beto Preto.

O montante que será direcionado pelo Estado a esses serviços é quatro vezes maior do que o repasse do Ministério da Saúde em 2019, no valor de R$ 12 milhões. A Sesa aguarda ainda a confirmação do valor que será enviado pelo governo federal para o próximo ano.

O vice-governador Darci Piana destacou as importantes ações desencadeadas pela secretaria para o enfrentamento da pandemia e a projeção para o futuro da saúde dos paranaenses. “A Secretaria tem desenvolvido um trabalho sério e responsável, e graças a isso conseguimos superar os desafios causados pela pandemia”, afirmou. “Neste momento é de extrema importância que se pense na retomada para conseguirmos manter essa estrutura que foi organizada dentro da Sesa e do Governo do Estado, superando as dificuldades e fazendo com que a saúde continue crescendo e evoluindo”.

Durante o evento, as principais áreas da Sesa apresentaram as propostas de ações voltadas para o pós-pandemia, dentre elas no setor de obras, com um total de 645 projetos, sendo 495 obras em execução e 150 concluídas. O valor do investimento chega a R$ 434.973.486,76 para obras de construção, reforma, ampliação em unidades básicas de saúde, hospitais filantrópicos, hospitais próprios do Estado, além da parceria com os consórcios.

Também foram abordadas as ações voltadas para a saúde mental, o olhar assistencial para a saúde do idoso e a expansão do Projeto PlanificaSUS para as 22 Regionais de Saúde, além do fortalecimento da Atenção Primária e da retomada do Planejamento Regional Integrado (PRI), com a política de descentralização de serviços de saúde.

Somente para atendimento à saúde mental, a Secretaria de Estado da Saúde prepara a construção de mais um Centro de Atenção Psicossocial (Caps), duas habilitações de Caps, 60 equipes multiprofissionais de Atenção Especializada em Saúde Mental e 50 leitos para atendimento em hospitais gerais.

Com informações da Agência Estadual de Notícias/ Foto Camila Tonett