Paraná recebe nova remessa de vacinas e começa a imunizar trabalhadores da segurança

Com a nova remessa, o Estado ultrapassa o marco das 2 milhões de doses recebidas, totalizando 2.253.300 vacinas. Foto: Jose Fernando Ogura

O Paraná recebeu nesta quinta-feira (1º) o 11° lote de vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde. São 492.200 doses da Coronavac, produzida pela Sinovac e Instituto Butantan, e 33.250 doses da Covishield, produzida pela Universidade de Oxford com AstraZeneca e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Com a nova remessa, o Estado ultrapassa o marco das 2 milhões de doses recebidas, totalizando 2.253.300 vacinas. 

As doses da Covidshield são destinadas ao reforço do grupo dos trabalhadores de saúde. Já a Coronavac é destinada a cinco grupos prioritários. Três deles receberão doses de reforço: trabalhadores de saúde (21.212 doses), pessoas de 75 a 79 anos (186.137 doses) e pessoas de 70 a 74 anos (253.550 doses). Assim, parte dos vacinados com doses da 8ª, 9ª e 10ª remessas têm sua imunização garantida. A outra parcela se destina à continuação da vacinação de pessoas entre 65 e 69 anos e ao início da vacinação dos trabalhadores de segurança.

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, comemorou o recebimento do lote, o maior desde o início da campanha da vacinação. “Essas doses vão completar a imunização de 500 mil paranaenses. Com esta grande quantidade vamos prosseguir com a vacinação, e pedimos às prefeituras que não estoquem essas doses e levem essas vacinas à população”, afirmou.

As doses chegaram na manhã desta quinta-feira ao Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, e foram encaminhadas para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), onde serão organizadas e conferidas para o envio às 22 Regionais do Estado. A distribuição deve acontecer nesta sexta-feira (2).

NOVO GRUPO – A remessa de Coronavac destina 5.555 doses à primeira aplicação de pessoas de 65 a 69 anos e 2.277 doses ao início da vacinação da categoria de forças de segurança e salvamento e forças armadas, que incluem policiais, guardas municipais e militares. Cerca de 5% das doses recebidas no lote são destinadas à reserva técnica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *