Projeto de apoio à hospitais públicos e filantrópicos avança na Assembleia Legislativa

O projeto de lei do deputado Michele Caputo (PSDB), que torna política permanente o programa de apoio à qualificação de hospitais públicos e filantrópicos do Paraná, teve novo novamente parecer favorável nesta terça-feira (21) pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), após ser aprovado em primeiro turno e receber emenda de plenário. Na CCJ, o relator Homero Marchese (Pros) aprovou a emenda e o projeto retorna ao plenário para ser aprovado em segundo turno, o que deve acontecer nas próximas sessões.

“Esse projeto transforma em lei uma política estadual de apoio e de qualificação dos hospitais públicos e filantrópicos do SUS do Paraná, o que inclui os hospitais municipais e universitários, e as santas casas. São aqueles que dão apoio às redes de urgência e emergência, principalmente os maternos infantis”, disse Michele Caputo.. 

Os hospitais, adianta o deputado, são grandes parceiros do Sistema Único de Saúde. “Por isso não podem ficar desassistidos e precisam ser valorizadas”, afirmou o deputado Michele Caputo, que institui o programa (HospSUS) quando chefiou a Secretaria Estadual de Saúde entre 2011-2018.

A emenda de plenário foi apresentada por Michele Caputo  pelo líder do Governo, deputado Hussein Bakri (PSD), para ajustes de caráter técnico para facilitação da implementação da lei pelo governo estadual.
 
“A presidência do legislativo e a liderança do Governo nos auxiliou para superar alguns entraves do projeto. Agradeço também a participação do deputado Homero Marchese, que foi o relator na CCJ e fez ponderações adequadas à proposta. Esse é um compromisso que vem em defesa dos hospitais públicos e filantrópicos, que são estratégicos para a saúde dos paranaenses”, completou Michele Caputo.