UFPR realiza 1600 testes com assintomáticos na próxima terça-feira (18); inscrições abertas

Foto: reprodução

Pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) realizam uma nova rodada de testes com pessoas assintomáticas para detecção do coronavírus (SARS-CoV-2). 

O mutirão será na próxima terça-feira, dia 18 de maio, no estacionamento do Setor de Ciências Biológicas (SCB), no Centro Politécnico, das 8h às 13h.   

O público-alvo foi ampliado em relação aos eventos anteriores. Podem participar a comunidade da UFPR (estudantes, servidores, além de familiares em primeiro grau ou coabitantes desses grupos), alunos e servidores da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e servidores do Palácio das Araucárias.  

Os interessados em uma das 1600 vagas deverão preencher o formulário disponível aqui e indicar o horário de preferência para atendimento. No momento do teste, os participantes deverão apresentar documento com número de CPF e caneta, para assinar o termo de consentimento.   

O teste realizado é do tipo RT–PCR, que detecta o material genético do vírus. O procedimento envolve a coleta de saliva, conforme instruções do vídeo. Para fazer o exame, os participantes não devem consumir alimentos ou bebidas 30 minutos antes da coleta. O resultado sai em até 72 horas e a equipe fornecerá o laudo a todos os participantes.  

Para as análises, são agrupadas cinco amostras por vez, no sistema pool, submetidas a um único teste simultâneo. Quando o resultado da mistura é negativo, significa que todas as amostras daquele grupo não estão infectadas. Se o resultado for positivo, as amostras são testadas novamente, de forma individual, para detectar quais são as infectadas. 

O mutirão é coordenado pela Direção do SCB, em parceria com os laboratórios de Imunogenética e Histocompatibilidade (LIGH) e de Citogenética Humana e Oncogenética (LabCHO), que visa identificar pessoas contaminadas e propiciar o isolamento, como medida para evitar a propagação da doença.   

Na última testagem, realizada no início do mês, 1,37% dos resultados teve a presença do SARS-CoV-2, o que comprova a importância do distanciamento social.  

Desde outubro de 2020, já foram realizados mais de 18 mil testes com assintomáticos em mutirões na UFPR em Curitiba, Jandaia do Sul, Toledo, Matinhos e Palotina. Além da comunidade interna, o projeto contemplou servidores de outros órgãos e grupos vulneráveis, como pessoas em situação de rua, indígenas e população carcerária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *