TCU pode melar novo pedágio do Paraná após erros do governo

O TCU (Tribunal de Contas da União), acatou representação dos deputados Romanelli (PSB) e Arilson Chiorato (PT), e suspendeu a análise da concessão do novo pedágio do Paraná. A alegação é de que há falta de documentações por parte do governo federal e de audiências públicas. Romanelli e Chiorato integram a Frente Parlamentar contra o Pedágio.

No acórdão proferido na terça-feira, 22, o ministro Walton Rodrigues, solicitou à ANTT (Agência  Nacional de Transportes Terrestres), órgão vinculado ao Ministério de Infraestrutura Logística, as informações arguidas na representação de Romanelli e Chiorato.