Coluna ADI 25/03/2021

O líder do Governo na Assembleia Legislativa e deputado estadual, Hussein Bakri, comemorou a classificação adquirida pelo Sul do Paraná como a 15ª Região Turística do Estado. (Foto: assessoria)

Região turística
O líder do Governo na Assembleia Legislativa e deputado estadual, Hussein Bakri, comemorou a classificação adquirida pelo Sul do Paraná como a 15ª Região Turística do Estado. “Essa validação será muito importante na retomada econômica ao desenvolver e estimular o turismo religioso, de inverno, de natureza, além do destaque e da qualidade da produção local de vinho e erva-mate. A partir deste ano, os 9 municípios da região passarão a integrar o Mapa Brasileiro do Turismo, administrado pela Associação de Turismo e Meio Ambiente do Vale do Iguaçu (Atema).

Calamidade Pública
A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou três projetos que reconhecem a ocorrência de estado de calamidade pública em 66 cidades do Paraná.  O pedido dos municípios é para a renovação da situação de calamidade até o dia 30 de junho de 2021.

Sessões remotas
O que era para ser provisório já dura um ano: as sessões plenárias remotas da Assembleia Legislativa do Paraná, começaram no dia 23 de março de 2020. “Adotamos a medida, que é em caráter provisório, para não prejudicar o andamento dos projetos e para auxiliar o Governo em caso de alguma proposta urgente que necessite da aprovação do Poder Legislativo”, disse o deputado Ademar Traiano (PSDB) na época.

Variações
Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e instituições parceiras detectaram novas variações genéticas em amostras do SARS-CoV-2 coletadas no Brasil. As amostras que apresentaram essas mudanças foram coletadas em sete estados incluindo o Paraná.

Ampliação
No contrato assinado com o consórcio global Covax Facility, da OMS, para aquisição e desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19, o Brasil solicitou imunizantes para 10% de sua população quando poderia ter pedido 20%.  “Vamos enviar um requerimento ao Ministério da Saúde imediatamente solicitando essa ampliação“, avisou o coordenador do grupo, o deputado Michele Caputo (PSDB).

Expectativa
Na expectativa da produção em escala de vacinas contra a Covid-19 pelo Instituto Butantan e Fiocruz, o governo do Paraná prevê um fluxo de 300 mil a 400 mil doses por semana para distribuir aos 399 municípios.

Expectativa II
Durante reunião com secretários municipais da Saúde, o governador Ratinho Júnior (PSD), e o secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva (PSD), admitiram que toda a expectativa de aquisição de doses de vacinas contra o coronavírus está concentrada hoje na produção de laboratórios nacionais, o Instituto Fiocruz. “Quem vai salvar o Brasil da pandemia são os nossos institutos”, disse o governador.

Orçamento
Está em votação a nova proposta de orçamento do governo para as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES). Ela prevê um corte de R$ 1,18 bilhões e vai atingir atividades de manutenção, como luz, limpeza, transporte e vigilância.  “As instituições pedem socorro. “Se as universidades não forem salvas agora, haverá um cenário trágico de interrupção de atividades antes do final do ano” , escrevem as quatro universidades federais paranaenses aos deputados do Estado.

Alerta Crítico
A Fiocruz sugere que todos estados e cidades classificados em “alerta crítico” por causa da lotação de leitos de UTI para tratamentos de Covid-19 devem restringir todas as atividades não essenciais por 14 dias. Com exceção para Amazonas e Roraima, todos os estados do Brasil e o Distrito Federal estão na classificação de “alerta crítico”.

Avante Brasil!
Em seminário on-line Correio Talks: “Desafios para o Brasil pós-pandemia”, a mensagem da Confederação Nacional da Indústria (CNI) foi clara: Para voltar a crescer de forma sustentável, o Brasil precisa avançar com medidas emergenciais de combate à covid-19, mas também com a agenda estrutural que pode aumentar a produtividade do país.

Ajuste na lei
Empresários pediram a Rodrigo Pacheco e Arthur Lira um “ajuste” na lei que permite a compra de vacinas pela iniciativa privada. A norma recém-criada autoriza a aquisição de vacinas por empresas, mas a condiciona à doação ao SUS para o Plano Nacional de Imunização. Empresários alegam que há vontade de disponibilizar doses ao SUS, mas querem ter direito a reservar uma parcela a seus funcionários.

Passaporte de vacinas
O deputado Felipe Carreras (PSB-PE) protocolou o projeto de lei para criar o “Passaporte Digital de Imunização”. A proposta é substituir o atestado de vacinação, impresso pelo Ministério da Saúde, por um registro digital das imunizações de cada brasileiro.

Oxigênio
A Anvisa disponibilizou na internet informações sobre os níveis de produção, abastecimento e distribuição de oxigênio no Brasil. Os primeiros dados, relativos ao período de 13 a 17 de março, trazem um universo de 100 empresas atuando na produção de oxigênio. Segundo a agência, São Paulo é o estado com o maior volume de fabricação de oxigênio no período analisado, com 7,3 milhões de metros cúbicos (m3), e o Amazonas tem o maior estoque: 1,17 milhão de m3.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *