Em Ponta Grossa UTI’s estão com 100% de ocupação

O HU-UEPG atende toda a região dos Campos Gerais e tem fila de espera para receber pacientes. Foto: Reprodução/HU-UEPG

Desde o primeiro caso registrado em Ponta Grossa, há um ano, o enfrentamento à Covid-19 chegou ao ponto mais crítico. Há duas semanas o índice de ocupação da UTI covid do HU-UEPG não fica abaixo de 100%. O Hospital atende toda a região dos Campos Gerais e tem fila de espera para receber pacientes.

Ponta Grossa, a maior cidade da região, também tem números assustadores. Dos 85 leitos de UTI, públicos e privados, todos estão ocupados desde segunda-feira. O último boletim divulgado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) trouxe 190 novos casos de infecção pelo coronavírus e mais 4 mortes decorrentes da Covid-19. A cidade soma 23.275 casos confirmados e, de um total de 405 óbitos, mais da metade é de idosos acima de 60 anos.

No próximo sábado completa uma semana do início da vigência dos Decretos, Estadual e Municipal, que estabeleceram medidas mais restritivas para tentar conter o avanço da doença e desafogar o sistema de saúde. No entanto o impacto da restrição às atividades, consideradas pelo poder público não essenciais, só será percebido nas próximas semanas. Até domingo prefeitos e secretários de saúde dos principais municípios do Paraná devem se reunir com o governador do estado, Ratinho Junior, e com o secretário estadual de saúde, Beto Preto, para definir as novas diretrizes de combate ao coronavírus.  

Vacinação- O mais recente boletim da vacinação divulgado pela Fundação Municipal de Saúde mostra que 14.151 pessoas já receberam a primeira dose da vacina. A prefeitura do município estima imunizar toda a população com mais de 18 anos contra a Covid-19 até outubro. O prazo foi calculado com base no ritmo atual de repasse das doses pelo Ministério da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *