SUS é a “grande arma” para combater a pandemia, diz Marcelo Queiroga

Imagem: Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo

O cardiologista Marcelo Queiroga, novo ministro da Saúde, afirmou nesta terça-feira (16) que o Sistema Único de Saúde (SUS) é um grande “ativo” do país e a “grande arma” para combater a pandemia de covid-19 e outros problemas de saúde que acometem a população.

De máscara, ao lado do antecessor no comando da pasta, o general Eduardo Pazuello, Queiroga iniciou a fala enfatizando que é médico e exerce a profissão há mais de trinta anos. O cardiologista falou em somar esforços e disse que sozinho não fará nenhuma “mágica” no combate à crise sanitária e dos demais problemas de saúde do Brasil.

Queiroga chamou a população para adotar medidas de combate à disseminação do vírus, como o uso de máscara e do álcool gel. Porém, o novo escolhido para comandar a Saúde afirmou que as medidas são necessárias para que não seja preciso “parar a economia do país’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *