Coluna ADI 17/03/2021

Foto: Claudio Neves/Portos do Paraná

Porto em festa
O Porto de Paranaguá completa 86 anos nesta quarta-feira (17) e aposta na inovação para se tornar hub logístico da América Latina. Considerado a principal porta de saída do agronegócio brasileiro, o porto paranaense investe R$ 703 milhões em obras e prepara uma revolução tecnológica para integrar sistemas e operações.

Fafen-PR
Um grupo de deputados estaduais do Paraná protocolou  um pedido na Assembleia Legislativa para que sejam retomadas as atividades da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen-PR), pertencente à Petrobras. Além de gerar quase 400 empregos diretos e 600 indiretos, a Fafen-PR tem capacidade para produzir 30 mil metros cúbicos de oxigênio por hora, o que daria para encher 30 mil cilindros hospitalares de pequeno porte.

Vestibular adiado
A Universidade Federal do Paraná (UFPR) adiou a aplicação da prova da 1ª fase do vestibular, que seria realizada no dia 28 de março.  O motivo é o agravamento da pandemia de coronavírus em Curitiba e em todo o estado. A nova data será definida quando houver parâmetros adequados para garantir a biossegurança dos envolvidos na prova de seleção.

Soja
 A soja paranaense chega a mais de 20 países da Ásia e da Europa, além do México, onde vivem mais da metade da população mundial. Principal produto do agro paranaense e brasileiro, o cultivo da soja ocupa mais de um quarto de todo o território do Paraná. “De um acidente climático, que foi a grande geada, a um intenso processo de mecanização, a soja se constituiu como a principal cultura agrícola do Paraná”, disse o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

Vítima da Covid-19
O ex-deputado tucano Euclides Scalco morreu aos 89 anos, vítima da Covid-19. “Uma das grandes referências e inspiração para minha trajetória na vida pública! Uma honra ter estado ao seu lado em momentos desafiadores, inclusive na eleição do Senado em 2010”, disse o deputado federal e ex-prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.

Momento histórico
Com a alta expressiva dos preços das commodities e a valorização do dólar frente ao real, a agropecuária brasileira vive um momento único na história.  Dados apresentados pelo especialista em agronegócio Alexandre Mendonça de Barros,  indicam que 2020 foi extraordinário para o campo. De 2019 para 2020, foi registrado um crescimento de 10,6%, atingindo R$ 689 bilhões. Se as projeções para a safra 2020/21 se concretizarem, a renda agropecuária pode fechar 2021 na casa dos R$ 939 bilhões, o que representa um salto de 36,3%. “Não há precedente histórico para o que estamos vivendo na história da economia agrícola”, avaliou.

#VacinaParaná
Foi lançada uma mobilização que pede ao Ministério da Saúde mais vacinas contra a Covid-19 para o Paraná. O abaixo-assinado #VacinaParaná já tem mais de mil assinaturas e está disponível na plataforma virtual chance.org.

#VacinaParaná II
O deputado federal Aliel Machado (PSB) usou as redes sociais para anunciar uma série de medidas de combate à Covid-19. Entre elas está a conquista de mais doze respiradores para auxiliar hospitais no combate à Covid-19. Além disso, o parlamentar também falou sobre a autorização para o credenciamento de leitos de UTI Covid do HU-UEPG e a cobrança por mais vacinas. “Houve compromisso do ministro de que não haverá diferença na quantidade de vacinas e que o Paraná será contemplado de acordo com os critérios técnicos”, disse.

Aporte da União
A partir de uma ação civil pública ajuizada pelos Ministérios Públicos Federal (MPF) e Estadual do Paraná (MP/PR), a 1ª Vara da Justiça Federal em Londrina (PR) determinou que a União aporte recursos financeiros necessários para a qualificação de 40 leitos do Hospital Universitário de Londrina, de forma que passem a contar com estrutura semi-intensiva (unidade de cuidados intermediários) para pacientes acometidos pela covid-19.

Celeridade
Um dos destaques do Boletim da Confederação Nacional de Municípios (CNM) do mês de março é a necessidade da união entre Municípios e Congresso Nacional na busca de soluções contra a pandemia de Covid-19.  A Confederação Nacional de Municípios (CNM) e as entidades municipalistas estaduais estão se reunindo com deputados e senadores para “apresentar a pauta do movimento e pedir celeridade na aprovação das matérias”, afirma o presidente da entidade, Glademir Aroldi.

Em colapso
Governadores alertaram, em audiência pública promovida pela comissão temporária do Senado que acompanha a evolução da covid-19, que a pandemia da covid-19 pode provocar um colapso em hospitais públicos e privados do país até o fim de março. O Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, disse que a escalada do mês de fevereiro foi cinco vezes mais agressiva do que a que se viu nas outras ondas. “Vamos até o início do mês de abril com crescimento de ocupação de leitos e vamos ter ainda, infelizmente, aumento de mortalidade por mais algumas semanas”, afirma.

Confirmado
O presidente Jair Bolsonaro anunciou ter acertado a nomeação do médico Marcelo Queiroga como ministro da Saúde.  Segundo Bolsonaro, “Queiroga tem tudo para fazer um bom trabalho dando prosseguimento em tudo que Pazuello fez até hoje”, afirmou em conversa transmitida pelo site Foco do Brasil.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *